Web Content Viewer
Cultura Inglesa [The Insider] As gírias londrinas que incomodam muita gente - Blog - Cultura Inglesa

[The Insider] As gírias londrinas que incomodam muita gente

5 anos atrás ----- Blog The Insider The Insider

.

Nos bairros mais periféricos de Londres um inglês cheio de gírias, urbano, e que virou moda entre os adolescentes (fenômeno que parece ser natural em toda cidade grande) começa a incomodar os mais conservadores.

E alguns vícios de linguagem e gírias desse jeito de falar está sendo abertamente combatido.

Uma escola do sul de Londres recentemente proibiu o uso de alguns termos nas suas dependências (veja foto acima).

O assunto virou pauta nos jornais e na internet. Um deputado ex-secretário da educação elogiou a medida, “pois ninguém vai arrumar emprego falando desse jeito”, mas muita gente a considerou autoritária e até preconceituosa. 

No “index” de palavras censuradas pela Harris Academy está “basically” (basicamente), mas apenas no início das frases, que é onde ela virou mania, e alguns termos super comuns em toda Londres, como “innit”. Veja os demais termos da lista e seus significados:
.

Coz – abreviação de ‘because’ (porque). Exemplo: “I’m not gonna play football today coz it’s cold“.

Like – no sentido de “tipo” (exatamente o mesmo vício que muitos paulistanos têm, “se a gente tivesse saído, tipo, uma hora antes, chegava a tempo). É influência do inglês americano. Exemplo: ‘School dinner was, like, lasagna’.

Bare – Bastante, muito. Exemplo: ‘Shakespeare had bare influence on the English language’.

Extra – sem sentido, besta, “nada a ver”. Exemplo: ‘Kafka’s novella The Metamorphosis is extra’.

Innit – abreviação de “isn’t it?”, que, por sua vez, é a abreviação aceita pela língua formal de “is not it?”. Curioso, não? A nova abreviação ainda é mal vista. Exemplo: ‘That is good food, innit?’ 

You Woz – é um jeito de falar “was” (conjugação do verbo “to be” no passado) na pessoa errada. O correto é “you were” e “we were”.

Yeah – no final das frases, tem o mesmo sentido de “né” para nós. “He was there, yeah?”, equivale a “Ele estava lá, né”?
.

CIF_insider_azul

Comments

comments

INSTAGRAM

49 anos atrás
@