Web Content Viewer
Cultura Inglesa Arquivos top 5 - Blog - Cultura Inglesa

Tag: top 5

TOP 5 – Things most people don’t know about Wales

4 anos atrás ----- Cultura Inglesa Read All In English

.
One of our main attractions at the Festival this year is the band Los Campesinos. The band was formed in Wales, the most discrete of all the countries within Great Britain.

Wales has got some amazing landscapes, of course, but also features loads of peculiar aspects that makes it even more charming. So, in honour of Los Campesinos, here it goes: the TOP 5  things most people don’t know about Wales! Check it out:

Top5 A land of dragons

bandeira-gales

Up to this point in history, no actual dragons have been spotted in Wales 🙁 The reason why a red dragon is on the Welsh flag has to do with an old prince. He used to use these creatures as his symbol. The dragon was also incorporated into the Arms of the Tudor dynasty, so that everyone would know that they were of Welsh descent.

 

Top4 A land of sheep

sheep

A classic (and sort of offensive, to be honest) stereotype about Wales says that all of its people are actually sheep. Detractors also tend to say that if a Welsh’s dad isn’t a farmer, he’s a miner. The truth is: 78% of its territory is dedicated to agricultural activities, including sheep farming. There are about 8 million sheep living in the country, which makes the sheep population of Wales 3 times bigger than the human one! And this abundance leads to pretty weird situations, like the one pictured above…

 

Top3 A land of singers

los-campesinos

People say Wales is the “land of song”. They sing well indeed. Not ALL of them, naturally, but they do have many choirs over there, and a lot of really interesting bands come from Wales, like Super Furry Animals, Manic Street Preachers and our dearest Los Campesinos to name a few!

 

Top2 A land of rugby fans

rugbi

Wales has a pretty strong rugby national team for such a small country. It is, after all, their all time favourite sport. The main rival of the Welsh, obviously, is neighbouring England, and every once in a while they go really far at the most important championships in the world. They’ve never ever been left out of the Rugby World Cup (just like Brazil played every single Football World Cup!)

 

Top1 A land of few vowels

Wales has two official languages that are just as important: Welsh and English. The latter is the most used, but the first one is widespread and really popular in the countryside. Most signs and official communication are written in both languages throughout the whole country. Welsh is a very interesting language and is full of history, but has too many consonants if compared to other latin or even anglo-saxon idioms (take a look at the picture above!).

If you wanna discover more about Wales, have a look here.

TOP 5 – Curiosidades sobre o País de Gales

4 anos atrás ----- Blog Top 5

 

Já sabe que uma das principais atrações do #18CIF, a banda Los Campesinos! é do País de Gales, né? O mais discreto dos países que integram o Reino Unido possui paisagens incríveis, mas também algumas peculiaridades que o deixa ainda mais charmoso.

Em homenagem aos Los Campesinos!, preparamos o TOP 5 – Curiosidades sobre o País de Gales. Se liga:

Top5 Terra de Dragões

bandeira-gales

A bandeira de Gales estampa um dragão vermelho por conta de um príncipe que o ostentava como símbolo. E ele foi incorporado no brasão da dinastia dos Tudors para marcar a ascendência galesa deles. Mas até onde se sabe, ninguém avistou dragões por lá nos últimos anos 🙁

Top4 Terra de ovelhas

sheep

Um estereótipo clássico (e meio ofensivo) diz que no País de Gales todas as pessoas são ovelhas. E se o pai de um galês não é fazendeiro, é mineiro. O fato é que 78% do território do país é dedicado a atividades agrícolas, inclusive (e principalmente) a criação de ovelhas. E com 8 milhões de animais, a população ovídea é 3 vezes maior que a humana… Isso cria algumas situações inusitadas, como a aí de cima!

Top3 Terra de cantores

los-campesinos

Dizem que o País de Gales é a terra da canção! É fato que em Gales há muitos corais. É um povo que aprecia esse formato de música, e uma piada clássica no Reino Unido é dizer que todos os galeses cantam muito bem! Mas não é bem assim, claro. Entre bandas famosas que pintaram de lá, há algumas bem interessantes, como Super Furry Animals e Manic Street Preachers, sem falar na nossa já querida Los Campesinos!

Top2 Terra do rugby

rugbi

Apesar de ser um país pequeno, eles possuem um time forte de rugby, esporte preferido por lá! Rivalizam bastante com o time inglês, e vira e mexe estão em finais importantes no cenário mundial. Eles nunca ficaram de fora de uma Copa do Mundo de Rugby na história! Apesar da predominância deste esporte, alguns importantes jogadores de futebol saíram de lá, como Gareth Bale (contratação mais cara da história) e Ryan Giggs.

Top1 Terra do idioma com bastante consoante

No País de Gales, há duas línguas oficiais, que têm o mesmo peso e importância: Galês e Inglês. O segundo é mais falado, mas boa parte da população fala galês, e a maioria das placas e comunicações oficiais aparecem nas duas línguas. O Galês é uma língua muito interessante, cheia de história, mas com extremamente poucas vogais, o que a torna beeem esquisita para nós, latinos, e para os ingleses também.

Confira a programação de cinema do Festival! E visite o Visit Britain para mais dicas de viagem!

TOP 5 – Homenagens aos 50 anos da invasão dos Beatles

4 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa Top 5

Há exatos 50 anos, setenta e três milhões de pessoas ligavam suas TVs no canal CBS para assistirem a quatro inglesinhos de cabelo cortado se apresentarem no Ed Sullivan Show. Foi uma noite que entrou para a história.

Era a primeira vez que os Beatles tocavam na televisão norte-americana. Nem a banda, nem o Ed Sullivan e nem a própria CBS esperavam o frenesi maluco e a audiência gigantesca que rolaram naquela noite – a polícia de Nova York diz até que, enquanto os Beatles tocavam, não houve um único crime registrado em nenhum canto da cidade! A última semana (culminando no domingo 9 de fevereiro) foi recheada de homenagens a essa noite que mudou a história da música.

Confira o nosso top 5 com as melhores homenagens aos 50 anos da chegada dos Beatles na América!
.

Top5 Monumento à chegada triunfal
.

beatles-at-jfk (reprodução)

Foi no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, que os Beatles pisaram pela 1ª vez nos Estados Unidos no dia 7 de fevereiro de 1964. Semana passada, a cidade revelou um monumento aos Fab Four no local.

Top4 Flaming Lips toca “Lucy in the Sky with Diamonds”, junto com filho de John Lennon

 

O Late Show with David Letterman, que é gravado no mesmo teatro onde Ed Sullivan costumava transmitir seu programa, homenageou os Fab Four com um cover diferente a cada dia da semana que passou. E a banda que fechou a semana foi o Flaming Lips. Eles retomaram a psicodelia do mesmo lugar onde os Beatles a deixaram, e ainda a levaram além! Com um visual mezzo-robô-mezzo-freak, Wayne Coyne chamou o filho de John Lennon para tocar o hino dos anos 60. Outro destaque da semana foi a inspirada versão de “And I Love Her” pelo Broken Bells.

Top3Arctic Monkeys toca “All My Loving”

 

Uma das bandas inglesas que invadem os Estados Unidos hoje em dia é o Arctic Monkeys! Tocando para um Madison Square Garden lotado, Alex Turner e sua turma fizeram o seu maior show na América ontem, 50 anos depois da apresentação dos Beatles, e mandaram esse cover pesado de “All My Loving”. Arrepiou aí?

Top2  Dave Grohl toca uma pérola do Yellow Submarine

 

O vocalista do Foof Fighters se juntou com Jeff Lynne (da clássica banda inglesa da década de 70 Electric Light Orchestra) para mandar “Hey Bulldog”, do Yellow Submarine. Participação especial: a filhinha de Grohl, Harper, de 5 aninhos. Essa apresentação rolou no…

 Top1The Night That Changed America: A Grammy Salute To The Beatles

 

A principal homenagem à data histórica foi feita pela própria CBS, que armou um especial de quatro horas recheado de atrações, imagens de arquivo, entrevistas e shows de artistas completamente diversos, como Ed Sheeran (veja o vídeo), Kate Perry, Stevie Wonder… Até o Eurythmics (a dupla inglesa do clássico “Sweet Dreams”) se reuniu para uma versão da delicada “The Fool On The Hill”. Veja aqui a hora em que Paul e Ringo se juntaram para tocar juntos antes que a CBS derrube mais um vídeo da internet!

 

Top 5 – Mitos musicais de Londres

4 anos atrás ----- Blog Top 5

A TimeOut da capital inglesa compilou os 10 mitos do rock mais curiosos que rondam Londres. Em inglês aqui no link da revista e em português abaixo na nossa versão com os 5 melhores:

.
 As cinzas do Sid Vicious estão no aeroporto de Heathrow

 

Não se sabe se é verdade ou mentira (“the jury is still out“, na expressão em inglês), mas bem que pode ser verdade. A mãe do baixista do Sex Pistols disse que jogou as cinzas de Sid sobre o túmulo da namorada dele, Nancy Spungen (o que seria muito romântico, não fosse ele o principal suspeito pela morte dela). Mas muitas testemunhas relataram que a mãe trouxe as cinzas de volta para o Reino Unido e, ao sair do avião em Heathrow, escorregou e derrubou as cinzas na pista do aeroporto.

 A vocalista do The Mama & The Papas morreu engasgada

Meio sanduíche de presunto foi encontrado ao lado do corpo da Mama Cass num apartamento em Londres em 1974. Embora a polícia realmente tenha achado o sanduíche parcialmente comido junto ao presunto da cantora, não havia nenhum alimento em sua garganta, nem na traqueia. Mama Cass morreu vítima de um ataque cardíaco fulminante aos 32 anos de idade.

.
 O cara do Aphex Twin morava numa rotatória

Richard Davis James, o músico eletrônico por trás da banda Aphex Twin é, de fato, bem excêntrico. Portanto quando surgiram os rumores de que ele vivia dentro do cubo de metal que enfeita a rotatória do bairro de Elephant & Castle em Londres (foto), a maioria pensou “é, faz sentido”. Mas o fato é que o cubo é um monumento em homenagem ao físico inglês Michael Faraday e o Richard morava perto, não dentro do cubo.

 O Pete Doherty é um personagem inventado

Lembra da banda de acid house KLF? Pois reza a lenda que eles pegaram um imitador do cantor Buddy Holly e inventaram o Pete Doherty, ex-Libertines. E a lenda tem fundamento “oficial”: era exatamente isso que dizia um press release que a banda soltou em 2006!
.

 Bowie e Mick Jagger tiveram um caso

 

Esse mito é o mais crível (e romântico) de todos. Angie Bowie, ex do David Bowie, diz que uma vez chegou na casa do casal em Londres e flagrou o camaleão juntinho com o Rolling Stone debaixo das cobertas. Outras testemunhas garantem que o caso era sério e eles tiveram um relacionamento de anos. Coloque nessa trama o rock’n roll dos anos 70 e o experimentalismo e o carisma de ambos: você apostaria que essa história é verdadeira ou falsa? Pois uma biografia recente de Mick Jagger parece ter confirmado a história.

Mais mitos musicais aqui.

TOP 5 – Bares inusitados de Londres

4 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa The Insider The Insider Top 5

Quando uma cidade tem tantos bares, cafés e restaurantes quanto Londres, os donos desses lugares têm que se esforçar para chamar a atenção e ganhar os clientes. Essa “competição” gera cada vez mais inovações, maluquices e brincadeiras. Conheça um pouco dos lugares malucos de Londres no nosso TOP 5 da semana!
.

Top5 Um bar depois da descarga

 

portside-parlour-pop-up-bar-rum-cocktails-east-lon1

 

Londres tem vários bares “escondidos” em porões, por baixo dos estabelecimentos “normais”. Um dos mais famosos desses lugares “clandestinos” – há listas e mais listas com os tais dos speakeasy bars – é o Portside Parlour. Para entrar lá, você primeiro tem que entrar em um bar, para depois entrar em um banheiro unissex cuja descarga diz: “Flush to enter” (literalmente: “aperte a descarga para entrar”). O bar em si, com decoração retrô e música boa, é considerado um dos melhores bares de rum da capital inglesa.
.

Top4 O bar com tudo à venda

 

the shop

 

A sua intenção pode até ser sair para beber numa boa com os amigos, mas, se for nesse bar, você pode voltar para casa com algo além da ressaca – por que não uma mesa nova?! 

É que a decoração bem bolada e o nome do The Shop NW10 não são à toa. Lá, dos quadros nas paredes aos móveis onde as pessoas sentam para beber, tudo está à venda. Além disso, a criatividade invade o menu de drinks, onde o Bloody Mary se chama “Pick & Mix Mary” e é totalmente personalizável. O perigo é se empolgar demais, primeiro na bebida e depois na compra…

 

Top3  O bar que cobra por minuto

 

ZIFERBLAT

 

Os poetas russos que começaram o Ziferblat perceberam que, quando ficavam sentado por horas em mesas de cafés e restaurantes, começavam a ganhar olhares pouco amistosos dos garçons – já que não estavam mais consumindo nada. Assim eles tiveram uma ideia inovadora: a de criar um estabelecimento onde esse olhar torto não existiria.

O café / casa de chá / restaurante fez tanto sucesso que se multiplicou pela cidade de Moscou e, no fim do ano passado, abriu em Londres sua primeira casa fora da Rússia. Cobrando 3 pennies (mais ou menos R$0,12) por cada minuto passado lá dentro, o Ziferblat propõe reunir, sem a obrigação de consumir qualquer coisa, gente criativa em um espaço agradável. Lá, são servidas comidinhas, cafés e chás – pelos quais você não paga, a única coisa cobrada é o tempo -, e eventos culturais como shows e exibições de filmes são organizados regularmente. Mas você também pode chegar com seu notebook e ficar numa boa, quietinho, trabalhando e comendo um bolo…

 

Top2 O bar que é um mistério

 

evans

 

A entrada do Evans & Peel Detective Agency, como o nome já entrega, é “disfarçada” de porta para um escritório de detetive. Você só consegue entrar se tiver uma “consulta” marcada. Lá dentro, um misterioso homem vai te perguntar sobre o caso que você quer que ele resolva, e, se você continuar a brincadeira, em poucos minutos vai ser levado para dentro de outro dos mais famosos speakeasy bars londrinos. Com uma decoração temática e drinks e comidinhas memoráveis, o Evans & Peel Detective Agency proporciona uma noite diferente e divertida.

 

Top1 Uma balada de café-da-manhã

 

 

 

Esse não é exatamente um bar, mas é bem inusitado. Que tal dar uma passada na balada antes de ir pro trabalho? Bem-vindo à Morning Glory, a balada londrina que só abre das 6h30 às 10h30 da manhã. A galera que frequenta o lugara decidiu começar seus dias de um jeito bem diferente, com nada mais nada menos do que… uma rave matinal. Dentro de um galpão, DJs tocam música eletrônica, dançarinos profissionais animam as pessoas, aulas de yôga são ministradas e massagens gratuitas são feitas. Tudo ao mesmo tempo. 

Enquanto isso, no bar são preparados smoothies saudáveis e cafés – proporcionando aos clientes uma preparação para o trabalho diferente e muito longe do mau humor. Nada de álcool. E o mais engraçado é que, vendo as danças malucas de quem escolhe começar o dia assim, não dá nem para acreditar que ninguém ali está bêbado…

 

TOP 10 – Curiosidades sobre os Beatles

4 anos atrás ----- Blog Top 5

A banda e sua versão animada

.
Chegou a vez dos fatos curiosos sobre os Beatles entrarem na série de Top 5 britânicos do blog. Mas top 5 sobre os Beatles não pode ser só top 5, né? Senhoras e senhores, eis o primeiro TOP 10 do blog do Cultura Inglesa Festival!

    

top10 Beatles no espaço sideral

 A NASA queria despachar a música “Here Comes The Sun” para o espaço em uma de suas sondas, mas por questões de direitos autorais, a gravadora vetou. Medo de os ETs tocarem a música em outro planeta sem pagar nada? Cada uma… Para corrigir o erro histórico, em 2008 o programa SETI enviou um pedacinho da música “Across the Universe” (boa escolha!).

top9 “Ovos mexidos”, o clássico

 O primeiro refrão de “Yesterday”, um dos maiores sucessos da música, era “Scrambled Eggs”, ou “Ovos Mexidos”. Foi o jeito que Paul McCartney arrumou para se lembrar da melodia. A mudança para “Yesterday” pareceu acertada: a canção já ganhou 1.600 versões em sua história!!!

top8 Bons de ouvido

 Nenhum Beatle, durante a fase áurea da banda, sabia ler música!

top7 O fabuloso desenho animado

Mais um recorde que a banda detém: os “fab four” são as primeiras pessoas a virarem desenho animado na história da tevê mundial. O cartoon The Beatles passava todo sábado de manhã no canal americano ABC entre os anos de 1965 e 1969. Foram 39 episódios produzidos, cada um tinha o nome de uma canção da banda: 

top6 A ilha dos caras

Ringo, Paul, John e George chegaram a comprar uma ilha na costa da Grécia para viverem todos juntos em paz, longe dos holofotes. Não deu certo. Eles venderam-na assim que as primeiras desavenças começaram… 

Top5 Meu vizinho Pink Floyd

 Durante as gravações de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, no Abbey Road, uma outra “bandinha” estava trabalhando no estúdio ao lado: era o Pink Floyd com seu primeiro álbum, o seminal “Piper at the Gates of Dawn”. Neste período, John Lennon virou grande amigo do Syd Barrett, e esta amizade se traduziu em diversas influências de uma banda no disco da outra.

Top4 Lennon em Cuba

 Sabia que tem uma estátua de John Lennon em Cuba, localizado no “Parque John Lennon“? Pois é, e ele nunca pisou na ilha. 

Top3 Apertem os cintos, o Ringo fugiu

Durante a gravação do Abbey Road, Ringo Starr, que geralmente era um cara na dele, brigou com a banda toda e sumiu por algumas semanas! Por conta disso, a bateria de diversas músicas do disco foram gravadas pelo Paul.

Top2 Os assaltos em Penny Lane 

Penny Lane era uma rua pacata em Liverpool até os Beatles resolverem homenageá-la numa das mais belas canções da discografia da banda. O que aconteceu depois? Todos os turistas beatlemaníacos levavam uma placa da rua pra casa! A prefeitura, cansada de substituir a bendita placa, resolveu pintar o nome da rua num muro.

Penny Lane on the wall

Top1 O dia que a América parou…

Os americanos são meio resistentes a bandas inglesas. Mas com os Beatles não teve essa: os caras invadiram a América com o pé na porta. Reza a lenda que, durante a estreia deles na TV americana, no programa de Ed Sullivan, não houve um só registro de roubo ou homicídio nos Estados Unidos inteiro!  O show foi visto por nada menos que 73 milhões de pessoas. Incrível, não?

.
Qual outra curiosidade da banda mais popular de todos os tempos não poderia ter ficado de fora da lista?

 

TOP 5 – Álbuns britânicos de setembro

4 anos atrás ----- Blog Top 5

.
Arctic Monkeys lançou seu quinto disco, AM, e levou o primeiro lugar de disco do mês!

.
Top 5 voltou! Já era tempo, não? Como estamos de olho no que está rolando na música britânica para fazer o esquenta para o 18º Cultura Inglesa Festival, o Top 5 volta com alguns dos discos mais quentes do mês:

.
Top5 Factory Floor – Factory Floor

A banda londrina formada em 2005 lançou diversos singles e EPs, mas seu disco de estreia só chegou agora! Com um som recheado de sintetizadores e barulhinhos, o trio já arrancou comparações e críticas apaixonadas de publicações especializadas. Veja o clipe da música “Two Different Ways”, do disco de estreia:

 .
Top4Yuck – Glow & Behold

Apesar de se escrever com “Y”, essa é uma banda indie com “I” maiúsculo. O grupo tem influência de nomes clássicos do estilo, da americana Pavement à irlandesa My Bloody Valentine. O disco de estreia foi aclamado por fãs e crítica, e todos agora esperam um segundo disco à altura. Ele sai no dia 30 deste mês, e o single “Middle Sea” não decepcionou!

.
Top3 Babyshambles – Sequel to the Prequel

Pete Doherty, companheiro de Carl Barat – o popstar que deu numa discotecagem impecável no #17CIF – lançou com sua outra banda, o Babyshambles, um belo disco (o terceiro da banda) no começo do mês. Ouvimos e recomendamos!

.
Top2 Chvrches – The Bones of What You Believe

Uma das grandes esperanças da música britânica do ano, o trio de synthpop de Glasgow lançará seu disco de estreia na segunda-feira, dia 23. Os três singles que já foram lançados são incríveis! Para quem curte este estilo de som, é uma banda para ficar de olho! Confira uma sessão especial deles para a BBC Radio 1:

.
Top1  Arctic Monkeys – AM

E poderia ser diferente? Eles são a primeira e única banda independente a lançar cinco discos que estrearam diretamente no topo das paradas britânicas. O recorde veio com o disco que acaba se sair, “AM”. Parece que eles não erram nunca! Com vocês, o single “R U Mine?”:

.

#euvivoacultura

TOP 5 – blogs ingleses de moda

6 anos atrás ----- Top 5

As semanas de moda mais importantes do Brasil acabam de cruzar as passarelas e a London Fashion Week já está virando a esquina. O TOP5 dessa semana traz, então, blogs para você conhecer, entender e ficar por dentro do mundo fashion através dos blogueiros britânicos! São eles:
.

Fashionbite

Quem disse que entender de moda é só estar por dentro das tendências? Esse blog é pra se aventurar no glamouroso mundo de designers e estilistas, com críticas de passarelas, entrevistas, avaliação de novos produtos e dicas de viagem, beleza e comportamento. Fashionbite também é considerado como um dos mais “in” pela revista VOGUE. www.fashionbite.co.uk

 

Style Salvage

Para os caras estilosos, recomendamos o Style Salvage, o blog de moda mais masculino da nossa lista. Com desenhos, fotos e entrevistas com gente do mundo da moda, Style Salvage pretende ser “uma discussão aberta” entre dois amigos sobre como homens podem se vestir. Vale a pena acompanhar a seção Style Diary, em que os blogueiros dão uma de stalker (no melhor sentido da palavra, claro!) e perseguem o estilo de alguém por uma semana. Tudo em nome da moda! www.stylesalvage.blogspot.com

Style Salvage

Style Bubble

Uma chinesinha inglesa conhecida como Susie Bubble é a autora deste blog engraçadinho, curioso e com personalidade própria. Seus textos têm referências nas artes plásticas, na arte comercial, no cinema e na história da moda e seus vídeos sobre maquiagem e estilo são interessantes e divertidos. O mais legal? Ela escreve sobre o que pensa, o que experiencia e observa no mundo fashion, muitas vezes revelando talentos jovens e desconhecidos. Para quem está vivendo em Londres ou está somente de passagem, vale à pena dar uma olhada no London Shop Map: um mapa que localiza as lojas de moda favoritas da blogueira. www.stylebubble.co.uk

 

Marian Kihogo

O blog de Marian Kihogo tem tudo o que um bom site de moda tem, mas de um jeito bem diferente. Dona de um estilo bem pouco convencional, a blogueira brinca com imagens de desfiles e coloca seu próprio rosto em corpos de modelos. Os looks escolhidos para a brincadeira costumam ser os que ela própria usaria. Curiosamente, sua excentricidade, estilo e paixão acabam tornando essa moda tão distante e glamorosa um pouco mais tangível. www.mariankihogo.com

 

The Clash

Saudade do jeito brasileiro de ver o mundo? O único blog em língua portuguesa da nossa lista tem razão de ser porque a garota responsável por ele vive em Londres. Seus textos abordam questões e novidades interessantes, com uma visão bastante crítica do mundo da moda e comparações entre o que se vê na Inglaterra e no Brasil. www.rraurl.com/blogs/the_clash

TOP 5 – Dicas de sobrevivência em Londres

6 anos atrás ----- Blog Top 5

Se você está indo para Londres agora no começo do ano, carregue consigo sempre um guarda-chuva e agasalhe principalmente pés, mãos e pescoço. E não exagere nas pints logo de cara (além de a cerveja inglesa ser mais forte que a nossa, uma pint tem 568 ml, o que equivale a quase uma garrafa de cerveja por aqui).

Como qualquer cidade do mundo, Londres tem suas peculiaridades e o TOP5 dessa semana traz cinco dicas fundamentais para se dar bem em qualquer época por lá. Vamos a elas:

Olhe para a direita

Se acaba de chegar a Londres, atenção sobretudo ao atravessar as ruas: o tráfego todo e até as bicicletas vêm pelo lado “errado”. Não é à toa que na maioria dos cruzamentos lê-se no chão “look right”. Nosso instinto nos faz olhar sempre para a mão contrária da dos ingleses.

Dois não é um

Cuidado com a moeda de 2 libras. Ela é super parecida em cor e tamanho com a nossa moeda de 1 real e também com outras moedas estrangeiras menos valorizadas como o Euro e os pesos mexicanos. Não dê 2 pounds, achando que está dando 1.

Reduced

Comer em restaurantes normalmente é mais caro, por isso, para quem está fazendo uma viagem low budget, vale a pena dar uma passada nos supermercados atrás das comidas com o selinho amarelo de “reduced”. Dá pra achar coisa com mais de 50% de desconto.

O guia dos guias

Londres sempre tem várias coisas acontecendo ao mesmo tempo. Para não ficar perdidão, compre uma  TimeOut quando chegar para encontrar bares, clubes noturnos, shows e eventos legais. Não deixe também de experimentar as sugestões gratuitas do Londres para principiantes.

Oyster Card

Há quem prefira conhecer toda Londres caminhando, mas sempre tenha consigo um Oyster Card. É um Bilhete Único melhorado. Você compra nas próprias estações de metrô e trens, em bancas e supermercados e carrega com dinheiro, como se fosse um celular pré-pago. A dica é comprar o passe da semana, que te permite pegar quantos ônibus quiser. E, embora o metrô seja mais rápido, os ônibus, além de bem mais baratos, permitem conhecer melhor a cidade se você senta no andar de cima!

 

 

TOP 5 – Melhores discos de bandas britânicas em 2011

6 anos atrás ----- Blog Top 5

Com o fim do ano chegando, é hora de pensar em coisas importantes como a lista de presentes para o Papai Noel, promessas para o ano novo, e porque não os melhores discos do ano?

Nosso primeiro TOP5 de dezembro traz os cinco melhores discos lançados por bandas britânicas em 2011.

Não foi tarefa fácil! Muita banda e gente grande ficando de fora, várias polêmicas… enfim: não é possível agradar a todo mundo.

Confiram os cinco melhores discos indicados pelo blog do Cultura Inglesa Festival:

.
Mylo Xyloto – Coldplay

A banda liderada por Chris Martin é grande. Arrasta multidões para os seus shows, vende como poucas bandas conseguem e está sempre na mídia. Goste ou não, há de se reconhecer o tamanho do Coldplay. O disco novo não foi nem inovador nem genial, mas conseguiu manter o Coldplay no topo das paradas. O que não é pouco.

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=1G4isv_Fylg[/youtube]

The King of Limbs – Radiohead

O Radiohead acertou de novo. Para muitos, o disco novo é uma continuação do “In Rainbows”, de 2007 e ajudou a consolidar o Radiohead como a banda-símbolo dos indies (ainda mais depois da dancinha desajeitada de Thom Yorke no clipe da música “Lotus Flower”).

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=cfOa1a8hYP8[/youtube]

Velociraptor! – Kasabian

A banda que tomou a Inglaterra de assalto no começo da década ao fundir o britpop de Oasis com a neo-psicodelia de Primal Scream e The Stone Roses voltou a confundir os críticos e fãs com um disco diferente. Mais rico em harmonias e com vocais mais elaborados, Velociraptor! definitivamente coloca o Kasabian correndo por fora como uma das bandas mais relevantes da Inglaterra.

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=pBsQVP-Olmw[/youtube]

Suck It And See – Arctic Monkeys

Talvez não haja exagero nenhum em dizer que a banda de Alex Turner seja a maior representante de sua geração. Depois de três excelentes discos, e todos diferentes entre si, eles voltam mais maduros, porém menos “chatos” do que no “Humbug” (terceiro disco da banda, produzido por Josh Homme). Suck It and See é obrigatório!

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=TlYJKfunfC0&ob=av2n[/youtube]

High Flying Birds – Noel Gallagher

Oasis quem? O projeto solo de Noel Gallagher pode não ter agradado a todo mundo. Mas ele apresentou um disco original, mesclando influências como Neil Young e John Lennon. Quem espera a rebeldia que fez o Oasis ser lembrado vai se decepcionar, mas quem quer ouvir um bom disco, feito por um músico maduro e experiente, vai ter boas surpresas. Imagine ainda a inveja que seu irmão, o Liam, sentiu ao ouvir este disco…

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=kFx_IniNjfE[/youtube]

.
Sabemos que esta lista é polêmica. Então nos diga: para você, qual foi o melhor disco do ano?