Web Content Viewer
Cultura Inglesa Arquivos teatro infantil - Blog - Cultura Inglesa

Tag: teatro infantil

A mais nova polêmica do Banksy! E a “presença” do artista no #18CIF

5 anos atrás ----- 18CIF Blog Cultura Inglesa

.
banksy girl
.
No último fim de semana, em Londres, um leilão com obras de preço estimado entre 100 e 500 mil (!) libras foi feito sem o consentimento do artista responsável por essas obras. Quem é ele? Na verdade, não se sabe direito, mas ele é conhecido por aí como um tal de Banksy

“Mas pera aí,” você deve estar se perguntando, “o Banksy não é aquele cara que faz arte na rua?!”.

Ele é! Daí a desaprovação diante do tal leilão. As caríssimas obras compradas no evento, intitulado “Stealing Banksy”,  foram retiradas das ruas, destacadas de muros de prédios ou casas e até das laterais de caminhões. Antes visíveis para qualquer transeunte londrino (até que as propagandas ou a tinta cinza os separasse), obras famosas como “Girl with a Red Balloon” (acima) foram restauradas e vendidas para gente com muita, muita grana.

Passado o evento, elas vão ficar dentro de quatro paredes, enquanto que o dinheiro investido nelas vai ser repassado para instituições de caridade. Mesmo assim, a polêmica permanece, com várias questões ainda pairando no ar…

stolen banksy2
[  Buraco cinza onde antes havia um grafite do Banksy  ]

O episódio só mostra que a arte e as provocações de Banksy seguem mais vivas do que nunca.

Nesta edição do Cultura Inglesa Festival, o artista de Bristol inspira duas atrações do #18CIF!

O espetáculo de dança Movimento para Um Homem Só e a peça infantil Denise Desenha nas Paredes foram livremente inspirados em obras distintas de Banksy, e fazem parte da programação do Festival.

Veja os horários e locais das apresentações e salve na sua agenda!

“No Mundo de Arthur” será peça de teatro infantil do Festival inspirada no criador de Sherlock Holmes

5 anos atrás ----- Cultura Inglesa

sherlock_holmes

.

Espetáculo teatral para crianças inspirado na obra de Arthur Conan Doyle e encenado pelo Núcleo Arte Ciência no Palco, da Cooperativa Paulista de Teatro, foi um dos vencedores do Edital do #18CIF e estreia no Festival deste ano.

Por que assistir: O famoso escritor Arthur Conan Doyle, autor dos livros de Sherlock Holmes, nutria um interesse extremo pelo teatro e por espetáculos de mágica cultivando uma longa amizade com o mágico Houdini. Essa relação inspirou o diretor Carlos Palma a criar a história desta peça. A rivalidade entre as ilusionistas Houdina e Houdinéia a respeito de quem tem os melhores truques é o que inicia a trama: atrapalhando-se em suas mágicas, as duas acabam se transformando em personagens da obra de Conan Doyle.  O espetáculo propõe a participação da plateia para que desvendem um mistério junto das protagonistas, circulando entre truques de mágica e viagens pela vasta obra do inglês que dá título à peça.

Em destaque: A cenografia do espetáculo, projetada pelo vencedor dos prêmios Coca-Cola / Femsa e APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) de melhor cenografia, Carlos Palma. Uma cortina de fundo especial, formada por letras do alfabeto impressas e dispostas aleatoriamente, é planejada para o palco, tornando-se parte essencial da história. Os personagens, que entram e saem dessa “cortina de letras”, passam a impressão de fazer, de fato, parte de um mundo literário.

Quem faz: Dramaturgia, direção e cenografia: Carlos Palma; Atores: Rogerio Romera, Adriana Dham, Monika Plöger; Figurino: Carlos Colabone; Trilha sonora: Sergio Yamamoto e Tato Ficher; Iluminação: Gisele Scudelio Jorgetti; Administração e produção: Núcleo Arte Ciência no Palco da Cooperativa Paulista de Teatro.

Onde e quando? Mais informações em breve! Acompanhe nosso Facebook e Twitter.

TEATRO INFANTIL → Fora do Bumbo – O Musical (3ª apresentação)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

Inspirado na obra do escritor e pintor inglês Edward Lear, mestre da literatura nonsense, o espetáculo Fora do Bumbo traz toques de nonsense, como forma de imitar o pensamento infantil.

Diferente da forma de pensar dos adultos, que procuram categorizar tudo, as crianças misturam informações sobre o meio, experiências pessoais e fantasias, o que permite construções como “o sal é salgado”.

A peça traz histórias, poemas e canções de Edward Lear, através do estilo “clown”. Aparentemente sem sentido, as histórias demonstram total coerência dentro do raciocínio infantil.

.
Ficha técnica
Texto e direção: Cintia Alves
Elenco: Caco Mattos, Renato Ribeiro, Dênis Goyos e Katia Naiane
Direção e produção Musical: Luciano Sallun (Grupo Experimental de Música – GEM)
Criação de Instrumentos musicais: Rodrigo Olivério (Grupo Experimental de Música – GEM)
Iluminação: Miló Martins
Figurinos: Kleber Montanheiro
Cenário: Kleber Montanheiro e Cintia Alves
Adereços: Michelle Rolandi
Assistência de direção: Juliana Keiko
Realização: Cia Le Nez
.

Auditório Cultura Inglesa Higienópolis
10/06, às 16h
Avenida Higienópolis, 449, São Paulo

TEATRO INFANTIL → Fora do Bumbo – O Musical (1ª e 2ª apresentações)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

Inspirado na obra do escritor e pintor inglês Edward Lear, mestre da literatura nonsense, o espetáculo Fora do Bumbo traz toques de nonsense, como forma de imitar o pensamento infantil.

Diferente da forma de pensar dos adultos, que procuram categorizar tudo, as crianças misturam informações sobre o meio, experiências pessoais e fantasias, o que permite construções como “o sal é salgado”.

A peça traz histórias, poemas e canções de Edward Lear, através do estilo “clown”. Aparentemente sem sentido, as histórias demonstram total coerência dentro do raciocínio infantil.

.
Ficha técnica
Texto e direção: Cintia Alves
Elenco: Caco Mattos, Renato Ribeiro, Dênis Goyos e Katia Naiane
Direção e produção Musical: Luciano Sallun (Grupo Experimental de Música – GEM)
Criação de Instrumentos musicais: Rodrigo Olivério (Grupo Experimental de Música – GEM)
Iluminação: Miló Martins
Figurinos: Kleber Montanheiro
Cenário: Kleber Montanheiro e Cintia Alves
Adereços: Michelle Rolandi
Assistência de direção: Juliana Keiko
Realização: Cia Le Nez


Auditório Cultura Inglesa Higienópolis

09/06, às 15h e 17h
Avenida Higienópolis, 449, São Paulo

TEATRO INFANTIL → O Menino que Mordeu Picasso (3ª apresentação)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

A peça O Menino que Mordeu Picasso narra o encontro de uma criança inglesa com o pintor Pablo Picasso.

A história é baseada no livro de Antony Penrose, publicado em 2010.

Picasso era amigo do pai do escritor, que veio a se tornar um dos maiores biógrafos do pintor. Em uma de visita de Picasso ao sul da Inglaterra, na fazenda do pai do Antony, ele se permite brincar, inventar e criar. No meio de tudo isto, está o jovem de seis anos, que interage em diversas situações com o famoso pintor.

O Menino Que Mordeu Picasso aborda estas histórias, mostrando as relações entre um adulto no auge da criação artística e uma criança na sua feliz ingenuidade, além da criatividade infantil analisada por olhos maduros de um artista consagrado.

.
Ficha técnica
Adaptação e direção: Marcelo Romagnolli
Cenário e luz: Marisa Bentivegna
Figurino: Fábio Namatame
Música composta e trilha: Morris Picciotto
Adereços, esculturas e objetos de cena: Maria Cristina Marconi
Elenco: Fábio Espósito e Rodrigo Pavon

Auditório Cultura Inglesa Higienópolis
03/06, às 16h
Avenida Higienópolis, 449, São Paulo

MUSICAL INFANTIL → The Tempest (1ª apresentação)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

Baseada na obra clássica de William Shakespeare, este musical foi feito especialmente para crianças e adolescentes.

A adaptação de The Tempest conta com músicas do programa “Glee”, além de artistas como Lady Gaga, Michael Jackson e Miley Cyrus na sua trilha sonora.

.
Direção: Albano Sargaço

.
Sala Cultura Inglesa do CBB
02/06, às 16h
Rua Ferreira Araújo, 741

TEATRO INFANTIL → O Menino que Mordeu Picasso (1ª e 2ª apresentações)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

A peça O Menino que Mordeu Picasso narra o encontro de uma criança inglesa com o pintor Pablo Picasso.

A história é baseada no livro de Antony Penrose, publicado em 2010.

Picasso era amigo do pai do escritor, que veio a se tornar um dos maiores biógrafos do pintor. Em uma de visita de Picasso ao sul da Inglaterra, na fazenda do pai do Antony, ele se permite brincar, inventar e criar. No meio de tudo isto, está o jovem de seis anos, que interage em diversas situações com o famoso pintor.

O Menino Que Mordeu Picasso aborda estas histórias, mostrando as relações entre um adulto no auge da criação artística e uma criança na sua feliz ingenuidade, além da criatividade infantil analisada por olhos maduros de um artista consagrado.

.
Ficha técnica
Adaptação e direção: Marcelo Romagnolli
Cenário e luz: Marisa Bentivegna
Figurino: Fábio Namatame
Música composta e trilha: Morris Picciotto
Adereços, esculturas e objetos de cena: Maria Cristina Marconi
Elenco: Fábio Espósito e Rodrigo Pavon

Auditório Cultura Inglesa Higienópolis
02/06, às 15h e 17h
Avenida Higienópolis, 449, São Paulo

A Menina Lia fez pais e filhos racharem de rir!

7 anos atrás ----- Blog

A Menina Lia é daquelas peças de teatro infantis que a gente não precisa ser criança para gostar.

O auditório Cultura Inglesa–Higienópolis, cheio de crianças e adultos, começou a rir desde o momento em que livros entraram deslizando dos bastidores para o centro do palco na primeira cena.

Depois, os motivos das risadas eram as falas bem-humoradas, as roupas malucas dos atores e as caras e vozes engraçadíssimas que eles faziam.

Diante de um cenário super colorido, acontecia a história de como a menina Lia aprendia a ler e descobria o livro Matilda, do britânico Roald Dahl, que, coincidentemente, tinha tudo a ver sua própria história.

As irmãs Manuela, 10, e Maria Júlia, 9, gostaram muito da aventura de Lia e, principalmente, de como terminou a história. As meninas também se impressionaram com a habilidade dos atores, que podiam fazer um personagem bom e sensível em uma cena e outro malvado e chato na cena seguinte.

A mãe delas, Paula de Almeida, também se divertiu e achou que o maior destaque da peça foi a maneira de abordar a leitura.

“É interessante a criança ver outra criança falando que ela gosta de ler e contando as coisas boas deste mundo fantástico que se cruza com a realidade. Se A Menina Lia conseguir despertar em uma criança que não tem o hábito da leitura essa vontade de ler, já valeu!”, diz Paula.

Por coincidência, a mãe acabava de vir de uma livraria com um livro pra cada uma das filhas. Mais coincidentemente ainda, um dos livros era justamente A Fantástica Fábrica de Chocolates, do mesmo autor de Matilda

Veja as fotos da peça

.
No Festival tem peça adulta e infantil! Veja os espetáculos da programação do 16CIF 

 

 

TEATRO INFANTIL → A Menina Lia (3ª apresentação)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

A peça infantil A Menina Lia é livremente inspirada na história de Matilda, do britânico Roald Dahl (autor, entre outros, de “A Fantástica Fábrica de Chocolates”).

Na história de Dahl, Matilda é uma menina de quatro anos que passa horas na biblioteca, e se livra de vários problemas, como os pais que não a compreendem e a diretora da escola tirana, com seus poderes mágicos.

Já na peça em cartaz no #16CIF, a heroína é Lia, uma menina solitária que também adora ler. Sem poderes mágicos, ela tem que usar aquilo que aprende nos livros, em especial no livro Matilda, de Roald Dahl, para encontrar seu final feliz.

A Menina Lia celebra o universo da literatura e convida o público a imaginar e criar, durante a peça. Quem melhor que as crianças para este jogo de faz de conta?

.
Ficha técnica
Dramaturgia e direção: Fernanda Gama
Elenco: Bia Campos, Bruno Gavranic, Leonardo Devitto e Maria Tuca Fanchin
Direção de arte: Antônio Vanfill
Iluminação: Luciano Ferreira Alves
Produção: F. Gama Produções Artísticas

Auditório Cultura Inglesa Higienópolis
27/05, às 16h
Avenida Higienópolis, 449, São Paulo

TEATRO INFANTIL → A Menina Lia (1ª e 2ª apresentações)

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

A peça infantil A Menina Lia é livremente inspirada na história de Matilda, do britânico Roald Dahl (autor, entre outros, de “A Fantástica Fábrica de Chocolates”).

Na história de Dahl, Matilda é uma menina de quatro anos que passa horas na biblioteca, e se livra de vários problemas, como os pais que não a compreendem e a diretora da escola tirana, com seus poderes mágicos.

Já na peça em cartaz no #16CIF, a heroína é Lia, uma menina solitária que também adora ler. Sem poderes mágicos, ela tem que usar aquilo que aprende nos livros, em especial no livro Matilda, de Roald Dahl, para encontrar seu final feliz.

A Menina Lia celebra o universo da literatura e convida o público a imaginar e criar, durante a peça. Quem melhor que as crianças para este jogo de faz de conta?

.
Ficha técnica
Dramaturgia e direção: Fernanda Gama
Elenco: Bia Campos, Bruno Gavranic, Leonardo Devitto e Maria Tuca Fanchin
Direção de arte: Antônio Vanfill
Iluminação: Luciano Ferreira Alves
Produção: F. Gama Produções Artísticas

Auditório Cultura Inglesa Higienópolis
26/05, às 15h e 17h
Avenida Higienópolis, 449, São Paulo

INSTAGRAM

49 anos atrás
@