Web Content Viewer
Cultura Inglesa Arquivos são paulo - Blog - Cultura Inglesa

Tag: são paulo

A Mooca entre os Instagrams favoritos de famoso jornal inglês

3 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa

.


 

O um dos mais tradicionais (e modernos) jornais ingleses, o The Guardian, divulgou a lista de seus fotógrafos urbanos favoritos do Instagram e, para nossa grata surpresa, entre perfis de gente de Xangai, Mumbai, Moscou e Londres, está lá a professora Jacqueline Brizida da Cultura Inglesa-Mooca!

Jacqueline toca o Instamooca com lindas fotos do bairro paulistano e suas fotos já figuraram no GuardianCities.

“Mooca is a traditional former industrial neighbourhood currently experiencing a rapid growth and modernisation,” contou a professora ao Guardian. “Despite that, it still has lots of old houses, industrial sheds and cobbled streets. Here there are remnants from the past still being part of people’s daily lives.”

Siga a Jac, dica do Guardian é sempre quente.

Ah, e não esqueça também de seguir o Insta da Cultura Inglesa! Lá tem fotos originais do Reino Unido todo dia 😉

 

Comida de rua foi liberada em São Paulo! Vai ter bate-papo no Festival sobre o tema

4 anos atrás ----- Blog

.
food truck london

.
Sabia que São Paulo acabou de ganhar uma legislação nova para a comida de rua? Pois é, agora a cidade vai ter regras para definir como os carrinhos de lanche vão poder ocupar as ruas com diversos sabores! Londres é cheio deles, já, e essa cultura é um dos charmes da cidade.

A Inglaterra é tendência, né? E a notícia veio em boa hora: o fenômeno da culinária de rua chegou forte por aqui, e será inclusive tema de um bate-papo do 18º Cultura Inglesa Festival.

Andy Bates (foto abaixo), conceituado chef britânico e líder da Food Network UK (canal especializado em gastronomia de rua) irá conversar sobre o assunto com André Mifano, chef curador do evento Chefs na Rua, e Maurício Schuartz, criador da Feirinha Gastronômica. Na pauta, tudo ligado ao universo da culinária de rua! Vai ser dia 17 de maio. Veja mais informações aqui.

É conversa pra te deixar com água na boca, além de te colocar por dentro de um movimento que já existe no mundo todo e agora desembarcou com força pelos lados de cá. Vai ficar de fora? É de graça!

Gastronomia é um dos temas do #18CIF. Confira a programação completa aqui.
.

andy bates

Uma homenagem do The Dark Jokes a São Paulo

5 anos atrás ----- Blog Shows

Quem viu, adorou! Além de simpáticos, os escoceses do The Dark Jokes tocam muito. Com estreia em Campinas, ingressos esgotados em Santos e três shows em São Paulo, a banda encerra a turnê no 17º Cultura Inglesa Festival neste fim de semana. As apresentações estão marcadas em São José dos Campos e Sorocaba. E, claro, todas gratuitas.

E pelo jeito não foi só o público que curtiu. A banda aproveitou a estadia por São Paulo para fazer um vídeo com imagens dos bastidores no Brasil. Vai dizer que eles também não gostaram da gente? Olha aí:

.

Depois de arrancar suspiros em Santos, o The Dark Jokes toca em São Paulo

5 anos atrás ----- Blog

Captura de tela 2013-06-12 às 00.36.21

Os escoceses do The Dark Jokes chegaram no fim da semana passada em São Paulo para uma pequena turnê no 17° Cultura Inglesa Festival – a primeira na promissora trajetória da banda. Aproveitamos o ensejo para bater um papo rápido com os caras.

Sem cerimônias, e sempre muito simpáticos, a banda está meio impressionada com o Brasil: “Cabem cinco Escócias em São Paulo!”, já percebeu o vocalista Aaron Dennington. Olha aí o Facebook da banda:

dark jokes

Depois de conhecer a vida boêmia paulistana e ouvir música ao vivo na Vila Madalena, a banda foi a Campinas para o primeiro show no #17CIF. A estreia foi no Sebastian Bar em Campinas, numa noite que teve o Oito Mãos tocando Oasis e o Black Betty abrindo a noite.

“Foi por causa do Oasis que a gente aprendeu a tocar guitarra”, revelou Aaron, com seu inconfundível sotaque escocês. Sinta o sotaque da galera aqui.

Vestidos à caráter, com seus típicos kilts, foram tietados nas ruas de Campinas. O mesmo aconteceu em Santos depois do show.

“Acho que vamos fazer umas camisetas com as cores do Brasil!”, disse Paul, o baterista, após a apresentação no Sesc Santos. Na cidade do Neymar, os ingressos se esgotaram com dois dias de antecedência e a galera pediu bis (que veio em formato de cover do Bob Dylan). A banda impressiona pelos arranjos poderosos que conta com um belíssimo cello, pelos trajes típicos escoceses e pelas composições empolgantes.

Nesta semana rolam mais três shows na cidade de São Paulo, então fica ligado na agenda porque no último os ingressos esgotaram. No fim-de-semana, a Dark Jokes vai pra São José dos Campos e Sorocaba.

Veja o EP do The Dark Jokes e mais informações sobre a banda.

 

 

O famoso tour pela arte do East End de Londres, a pé ou de bike!

5 anos atrás ----- Blog

.

Sue-Kellerman

.

Já tá sabendo que o tema desta edição do Cultura Inglesa Festival é cultura de rua, né? E quando o assunto é cultura de rua, não dá pra deixar o grafite de lado. Tanto aqui quanto em terras britânicas, a técnica tomou as ruas.

Agora, imagine um roteiro que passe por obras de artistas como Banksy, Blu e Nick Walker, entre outros craques? Pois é, em Londres esse já é um passeio bem tradicional. A pé ou de bike, grupos de turistas, curiosos e/ou interessados são levados por um guia para explorar os trabalhos estampados nos muros da cidade.

Funcionando como uma espécie de galeria a céu aberto, a região do East End londrino (a zona leste da cidade) tem sido a mais procurada para esse tipo programa. Por lá, o colorido dos grafites e estêncil atrai olhares. Mas, para muita gente só ver não é o bastante. É preciso entender o contexto do que está sendo visto.

.

East London

Marcado pela imigração e pelos bombardeios da Segunda Guerra, o leste de Londres sempre foi conhecido ao longo da história como uma área desvalorizada. Até poucas décadas atrás, com galpões abandonados e muitos conflitos, apenas os trabalhadores londrinos mais humildes moravam no local.

Há cerca de 20 anos, no entanto, o East End começou a ser procurado por artistas e galeristas em decorrência do baixo aluguel. A eferverscência cultural só aumentou desde então e, com a realização de obras para os Jogos Olímpicos, a cara da região e de seus frequentadores mudou bastante. Hoje é parada obrigatória na maioria das agências de turismo e o custo de vida também subiu.

 

Tour pelas ruas

Apesar de todas essas alterações, a arte continua firme e forte por ali. Daí, fica fácil entender o sucesso dos tours. Com a ajuda de peritos na área, cada obra ganha autor, histórico, técnica e até conceito. Por exemplo, ao se deparar com o achado abaixo provavelmente você será informado que se trata de uma obra do francês conhecido como Space Invader e cuja ideia é espalhar esses pequenos dispositivos ao redor do mundo – ou seja, invadir o espaço.

.

space invader in London

.

Achou divertido? Até os mais conservadores vão gostar, afinal com a street art em alta, há trabalhos que estão valendo alguns milhares de doletas no mercado. Uma dica é consultar o pessoal do Alternative London, reconhecido no ramo.

Mas enquanto você está por São Paulo, aproveita para se inscrever no bike tour do #17CIF! O percurso, que conta com a parceria do Bike Anjo, foi montado pela galera do Arte Fora do Museu. Vamos descobrir a arte que se esconde no centro da cidade em meio à nossa correria. É nesse domingo (2 de junho). Confere os detalhes!

Tire suas dúvidas aqui no FAQ do 17º Cultura Inglesa Festival

5 anos atrás ----- Blog

.

faq1

Se não achar sua dúvida sobre os eventos do Festival aqui nesta lista, deixe sua pergunta nos comentários abaixo que a gente responde.

.
– Todos os eventos do Festival são abertos ao público e gratuitos?

R: Todos os eventos são abertos ao público. E quase todos são gratuitos. As únicas exceções são: as exposições, onde é necessário a entrada no metrô, e a balada no MIS que vai custar R$ 14 (meia R$ 7).

– Haverá distribuição de ingressos para os demais eventos do Festival?
R: Sim, com uma hora de antecedência no local no caso de exibição de filmes, bate-papos, espetáculos de dança e teatro. Para oficinas, workshops e bike tour será necessária a inscrição prévia. Por isso, é bom checar as informações de cada atividade.

– Como me inscrevo para as oficinas que acontecem no lounge do Memorial da América Latina, em São Paulo?
R: Diferentemente dos lounges que rolam no interior (veja logo abaixo, no próximo tópico), as oficinas em São Paulo serão rotativas e não precisam de inscrição prévia. Cada dinâmica de criação e aplicação do conteúdo criado terá duração de 30 a 40 minutos e o público será rotativo. É só chegar!

– Quais as exclusividades que alunos e staff da Cultura Inglesa vão ter durante o Festival?
R: Alunos e staff da Cultura Inglesa têm direito à retirada de ingressos e inscrições antecipadas. Além disso, têm direito a ingressos gratuitos para a balada do MIS-SP.

– Qual a classificação etária dos eventos?
R: A maioria dos eventos é livre, mas cada um tem sua classificação indicativa. Navegue pela programação para saber qual a classificação do evento que você quer ver.

– Como é o acesso para pessoas portadoras de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida?
R: A maioria dos espaços tem acesso para pessoas portadoras de deficiência. O restante está em processo de adaptação. Confira a lista completa dos espaços: https://blog.culturainglesasp.com.br/blog/?p=12664 

 

showsSP

– Tem dúvidas sobre ingressos? Acesse aqui.

– Como eu chego no Memorial da América Latina?
R: Dê preferência, ao transporte público. Não haverá estacionamento oficial do Festival. A estação do Metrô mais próxima é a Palmeiras-Barra Funda (linha Vermelha)!

– Qual o horário da abertura dos portões?
R: Os portões serão abertos às 11h e a primeira banda sobe aos palcos às 13h para dar início ao line-up. A entrada será permitida até 19h.

– Como será o acesso ao local do show dentro do Memorial?
R: A entrada do público será no portão 1.

– Haverá acesso para portadores de necessidades especiais?
R: Sim, no portão 1 e em todas as saídas.

– Posso entrar com bebida ou comida?
R: Sim, e também haverá praça de alimentação. Entretanto, não haverá venda e nem será permitida a entrada de bebidas alcoólicas. Estão liberados alimentos industrializados com embalagens lacradas originalmente (fechados), como salgadinhos e bolachas. Alimentos manipulados, sem data de validade específica ou ainda embalagens abertas, podem ser proibidos por questões de segurança. É proibida também a entrada com latas, garrafas, objetos de vidro etc. Água só em embalagens plásticas de 200ml.

– Posso levar a minha câmera para o festival?
R: Sim, desde que não sejam câmeras profissionais.

– O que mais eu posso levar, além do meu ingresso e documento?
R: Previna-se, você pode levar na sua mochila ou bolsa: capa de chuva, protetor solar, canga e boné ou chapéu. Também é permitida a entrada com remédios, mas apenas com receita médica e/ou de venda livre.

– O que não devo levar?
R: É proibida a entrada com: animais, cadeiras, ou bancos, guarda-chuvas, objetos, de vidro e metal, como garrafas e latas, máquina fotográfica e câmera profissionais, objetos cortantes (facas, canivetes, alicates, tesouras), bebidas alcoólicas, drogas de quaisquer espécies, inclusive remédios sem autorização ou receita médica.

– Não vou levar lanche nem bebida. Tem praça de alimentação no local?
R: Sim. Entretanto, não serão vendidas e não será permitida a entrada de bebidas alcoólicas.

– Quais serão as formas de pagamento na praça de alimentação? Há caixa eletrônico no local?
R: As formas de pagamento são: dinheiro e cartão de débito. Não haverá caixa eletrônico no local.

 

showssantos

– Os ingressos são gratuitos? Como consigo o meu?
R: Sim, os ingressos serão gratuitos. A distribuição será feita com uma hora de antecedência, no local, nas cidades de Campinas, Sorocaba e São José dos Campos. Em Santos, a retirada de ingressos pode ser feita na bilheteria do SESC a partir do dia 04/06. Todos os lounges de rua estão sujeitos à lotação e têm circulação livre, exceto em Campinas onde fará parte do projeto Domingo – Feira Contemporânea com preço sugerido a R$ 15 (contribuição não obrigatória). 

– Quantos ingressos eu posso retirar? Dá pra fazer reserva?
R: Não há reserva de ingressos. Uma semana antes dos shows 30 % dos ingressos (cerca de 90 convites) já estarão disponíveis para a distribuição nas bilheterias dos: SESC Santos, Sebastian Bar (Campinas), Hocus Pocus (SJC) e Asteroid (Sorocaba). Cada pessoa pode retirar um ingresso.

– Qual a capacidade de público nos locais?
R: Em Santos, a comedoria do SESC abriga 450 pessoas; o Sebastian Bar, em Campinas, o Hocus Pocus, em São José dos Campos, e o Asteroid Bar, em Sorocaba, alocam 300 pessoas cada um.

– Qual a hora de início dos shows?
R: Os shows têm início 1 hora após abertura da casa. Exceto o SESC Santos, onde o horário de abertura e início do show é às 18h.

– O que posso e não posso levar nos shows?
R: Não será permitida a entrada de objetos cortantes, alimentos ou bebidas.

– Haverá acesso para portadores de necessidades especiais?
R: Sim. Todos os locais possuem entradas adaptadas para pessoas com deficiência física.

 

culturaderua

– Preciso de ingresso ou inscrição para as atividades que vão acontecer nos lounges das cidades do interior?
R: O live painting é aberto ao público e está sujeito à lotação do espaço. Para participar das oficinas é necessário fazer inscrição pelo e-mail festival4@culturainglesasp.com.br.

– Quantas vagas estão disponíveis?
R: Cada oficina tem 15 vagas disponíveis, que serão preenchidas por ordem de chegada.

– Quando estão abertas as inscrições para as oficinas?
R: Para o público em geral as inscrições vão do dia 21/05 até 7/6. Alunos e staff da Cultura Inglesa podem realizar a inscrição antecipadamente até o dia 20/5.

– Haverá bicicletas para alugar no Bike Tour?
R: Não

 

balada

– Quanto custa o ingresso da balada no MIS-SP?
R: O ingresso tem distribuição gratuita para alunos e staff da Cultura Inglesa. Para o público geral, custa R$ 14 a inteira e R$ 7 a meia-entrada.

– Onde compro meu ingresso para a balada? Quando começam as vendas?
R: As vendas para o público começam no dia 04/06 e serão feitas na bilheteria do MIS (Museu da Imagem e do Som – SP) ou pelo site Ingresso Rápido. Para alunos e staff, a distribuição gratuita começa dia 04/06 e vai até 09/06, das 15h às 20h no próprio MIS.

– Posso comprar mais de um ingresso para a balada?
R: Sim, o limite é de 5 ingressos por pessoa.

– Sou menor de idade. Preciso entrar com meus pais?
R: Menores de 14 anos deverão ser acompanhados por um responsável. É imprescindível a apresentação do documento de identidade no dia da festa.

– Como será a distribuição de ingressos para aluno e staff?
R: A distribuição gratuita para aluno e staff da Cultura Inglesa acontecerá entre o dia 04 e 09 de junho, das 15h às 20h, na bilheteria do MIS – Museu da Imagem e do Som. Basta apresentar documento oficial com foto. A retirada é de até dois ingressos gratuitos por pessoa. No dia do evento haverá distribuição de ingressos restantes das 11h às 15h apenas para alunos e staff.

 

bate-papo

– Como eu faço para participar do bate-papo com o artista britânico Nick Walker?
R: A conversa acontece no MIS, em São Paulo, então quem estiver na cidade pode retirar o ingresso 1h antes na bilheteria do museu para assistir pessoalmente ao evento. Já para quem estiver em Campinas, Sorocaba, Santos ou São José do Campos, haverá transmissão ao vivo em pontos específicos (cheque aqui) e para entrar também é só pegar o ingresso com 1h hora de antecedência no local.

– Qual o número de vagas para o bate-papo?
R: No MIS-SP, serão disponibilizados 160 ingressos. Nas demais localidades, onde haverá a transmissão do evento, a capacidade é de: 115 pessoas no Espaço Cultural Mario Covas (São José dos Campos); 48 pessoas no Cine Arte Posto 4 (Santos) e 60 pessoas na Galeria Perímetro Urbano (Campinas) e no Chalé Francês (Sorocaba).

– Como assisto ao bate-papo do diretor Zam Salim?
R: Em todas as cidades, a conversa ocorrerá após a exibição do filme do diretor, Up There. Portanto, os ingressos devem ser retirados 1h antes do início de cada sessão no local. Em São Paulo, onde acontece o bate-papo, o número de vagas está sujeito à lotação do MIS-SP. Para as outras cidades do Festival, a transmissão será via streaming.

Mais uma novidade deste ano: participe do bike tour gratuito por SP!

5 anos atrás ----- Blog

.

Traffic Lights - Yellow Bike by TheConstructor

.

A bicicleta vem ganhando cada vez mais relevância no espaço urbano. Ativismo político, estilo de vida e opção de transporte são alguns dos motivos que lhe rendem fama e geram polêmica. Por isso, a nossa programação de cultura de rua não estaria completa se não houvesse um bike tour incluso.

Até porque, como você verá aqui no blog, bike tour é também coisa de inglês!

O roteiro (veja no fim do post), montado em parceria com o pessoal do Arte Fora do Museu, acontece no centro de São Paulo e passa por várias obras de arte a céu aberto –murais, praças e edifícios. E, como ajuda nunca é de mais, o passeio também conta com o auxílio do projeto Bike Anjo. Já ouviu falar?

 

O projeto

Formado por ciclistas experientes e voluntários, o grupo ensina e acompanha quem quer começar a pedalar. Sim, eles dão dicas sobre comportamento no trânsito, manutenção da sua bicicleta e outras informações relacionadas ao tema. São pessoas apaixonadas pela atividade e dispostas a tornar a bicicleta uma opção de transporte viável nas grandes cidades.

.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SFRxgIZOf14[/youtube]

.

Se você ainda não teve coragem de pegar a sua bicicleta e circular por aí veja as orientações no site, participe no grupo e solicite um ”anjo” para chamar de seu. O projeto rola em várias cidades e quem quiser também assumir o posto de orientador, de acordo com as competências aqui descritas.

 

Bike tour do #17CIF

Agora que você já sabe que está em boas mãos, vamos às informações sobre o bike tour do 17° Cultura Inglesa Festival, que acontece no dia 2 de junho (domingo). É necessário ser maior de 16 anos, ou estar acompanhado por um responsável, e fazer inscrição prévia até o dia 31 de maio – veja os detalhes na nossa agenda.

A concentração vai rolar no Largo Santa Cecília a partir das 16h30 e o roteiro começa às 17h. No dia, também é importante usar capacete e sinalizador traseiro na sua bike por questões de segurança. Animado? Você tem pouco mais de um mês para se preparar, hein?

.

 


Exibir mapa ampliado

Fofão: o ônibus londrino de São Paulo

5 anos atrás ----- Blog

Desde o começo do século XX, eles fazem parte do trânsito e da cultura britânica, mas será que não existe ônibus de dois andares urbanos em outras cidades?

Existe, sim: em Hong Kong, Singapura e Berlim, por exemplo.

E, adivinhe, São Paulo também já teve seus double deckers vermelhos 😀 Em 1987, o então prefeito Jânio Quadros, um apaixonado por Londres, resolveu colocar em circulação alguns destes ônibus por aqui. Eles foram apelidados pelos paulistanos de Fofão (olha ele aqui embaixo):

.

.
No entanto, a ideia não deu certo. Os ônibus frequentemente ficavam presos em viadutos e na fiação… Eles saíram de circulação do transporte público em 1993 e foram a leilão. Tem um último exemplar desta frota no Museu dos Transportes!

Saiba mais sobre essa história no blog Curiocidade, do Estadão.

.