Web Content Viewer
Cultura Inglesa Arquivos Music - Blog - Cultura Inglesa

Tag: Music

Playlists The Jesus and Mary Chain, por Marcelo Costa: covers e raridades

4 anos atrás ----- 18CIF Blog

→.

Agora que você já ouviu os clássicos de The Jesus and Mary Chain e algumas músicas de quem teve o som influenciado por eles, está na hora de conhecer o lado b da discografia. Se perdeu ou não sabe do que estamos falando, clique aqui.

Nosso convidado especial, Marcelo Costa – do Scream and Yell – montou mais duas playlists da banda dos irmãos Jim e Willian Reid. Domingo (25), quando você estiver lá no Memorial da América Latina, já vai estar preparado ;). Bota pra tocar!

E se não tem ingresso, corra pra pegar o seu! Ainda dá tempo, e é de graça 😉

 

3. The Jesus and maruy Chain Loves – covers feitos pela banda

01) The Beach Boys – Surfin’ USA [Summer Mix]
02) The Cramps – New Kind of Kick
03) Bo Diddley – Who Do You Love
04) Elvis Presley – Guitarman
05) Syd Barret – Vegetable Man
06) Howlin’ Wolf – Little Red Rooster
07) The Temptations – My Girl
08) The Pogues – Ghost of a Smile
09) Lee Hazleewood – I’m Glad I Never
10) 13th Floor Elevators – Reverberation (Doubt)
11) Prince – Alphabet Street
12) Can – Mushroom

4. Raridades do Jesus and Mary Chain

01) Dirty Water [William Vocal Demo]
02) Rocket
03) Some Candy Talking [NME Version]
04) Happy When it Rains [Demo Version]
05) Mo Tucker [BBC Radio Session]
06) Just Like Honey [Demo Version]
07) Darklands [String Version]
08) Why’d You Want Me [Alternate Version]
09) New York City
10) In the Rain [BBC Radio Session]

Veja a programação completa do #18CIF  na nossa agenda e aproveite!

A escolha da banda nacional do #18CIF entra na reta final

4 anos atrás ----- Blog

monique_amy

.
Nesta edição do Cultura Inglesa Festival, os alunos da Cultura Inglesa vão ter a chance de literalmente correr pela banda que eles mais gostam!

Com o Run’n’Roll, a já tradicional votação pelos alunos para escolher a banda nacional que prestará tributo a um ícone britânico no palco principal do Festival ganhou mais uma etapa. Isso porque o voto de quem participa da corrida gratuita para alunos e staff da Cultura Inglesa valerá mais! Massa, né?

A corrida será no dia 30 de março. As inscrições já estão encerradas, assim como a votação pela internet.

Estão no páreo para tocar no palco #18CIF em São Paulo: Monique Maion (foto aí em cima), Thiago Pethit e Bixiga 70, com homenagens a Amy Winehouse, Glam Rock britânico e Led Zeppelin, respectivamente.

Quem você acha que leva? Acompanhe o resultado por aqui depois do dia 30!

O vencedor toca junto com The Jesus And Mary Chain e Los Campesinos! no dia 25 de maio no Memorial da América Latina – Praça Cívica.

TOP 5 – Música dos Beatles no futebol inglês

4 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa

 

O que uma das maiores bandas britânicas de todos os tempos tem a ver com futebol? TUDO! Não se sabe ao certo quanto John, Paul, Ringo ou George eram fãs do esporte – eles sempre foram discretos -, mas a paixão que as torcidas de times ingleses têm por Beatles…ah essa é inegável.

E pra provar, separamos algumas canções entoadas pela multidão no estádio. É de “arrrrepiar”! Dá o play:
.

Top5“Twist and Shout” do Coventry City


.
Em janeiro deste ano o Coventry City, um time da terceira divisão do campeonato inglês, ganhou as manchetes esportivas do mundo. No intervalo do jogo contra o Arsenal, os torcedores reunidos nos corredores do estádio cantaram a plenos pulmões “Twist and Shout”. O flashmob não impediu que o Coventry City perdesse o jogo por 4×0 e caísse fora do campeonato, mas o momento entrou para a história do Emirates Stadium.
.

Top4 Hey Jude do Manchester City
.

.
Os torcedores do Manchester City (irmãos Gallagher do Oasis incluídos) cantam Beatles muito bem. Esse vídeo acima mostra a torcida cantando em alto e bom som a canção “Hey Jude”, feliz da vida após bater o rival Manchester United no clássico da cidade. “Jude” é substituído propositalmente por “City” muita das vezes.

 

Top3“Hey Jude” versão atacante do Arsenal

.

“Hey Jude” costuma ganhar muitas versões na boca do torcedor inglês. Por lá é bem comum rolar de tempos em tempos letras específicas para um jogador. Foi o que aconteceu recentemente com o atacante Oliver Giroud, do Arsenal. Ele conquistou a torcida e ganhou essa homenagem aí que você ouve no vídeo.

.

Top2“Yellow Submarine” versão zagueiro do Liverpool

Jamie Carragher jogou no Liverpool durante toda a sua carreira. Em 2013, após mais de 15 anos de serviços prestados, o zagueiro pendurou as chuteiras. Porém, seu nome já foi imortalizado pela voz da torcida que criou uma versão para a melodia de “Yellow Submarine”

.

Top3 “She Loves You” em coro da torcida do Liverpool (1964)
.

.
O Liverpool é a cidade natal do Beatles, logo, nada mais natural que a torcida do maior time da cidade ter sido a pioneira na arte de se apropriar de músicas da banda (muito embora a família de Paul McCartney ser torcedora do Everton, o time rival local). 
O vídeo acima retrata um momento histórico: a torcida do Liverpool no “kop” (arquibancada onde ficam os mais fanáticos) comemorando o título inglês de 1964 com o canto em uníssono de “She Loves You”.

.

versaoENG

TOP 5 – Homenagens aos 50 anos da invasão dos Beatles

4 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa Top 5

Há exatos 50 anos, setenta e três milhões de pessoas ligavam suas TVs no canal CBS para assistirem a quatro inglesinhos de cabelo cortado se apresentarem no Ed Sullivan Show. Foi uma noite que entrou para a história.

Era a primeira vez que os Beatles tocavam na televisão norte-americana. Nem a banda, nem o Ed Sullivan e nem a própria CBS esperavam o frenesi maluco e a audiência gigantesca que rolaram naquela noite – a polícia de Nova York diz até que, enquanto os Beatles tocavam, não houve um único crime registrado em nenhum canto da cidade! A última semana (culminando no domingo 9 de fevereiro) foi recheada de homenagens a essa noite que mudou a história da música.

Confira o nosso top 5 com as melhores homenagens aos 50 anos da chegada dos Beatles na América!
.

Top5 Monumento à chegada triunfal
.

beatles-at-jfk (reprodução)

Foi no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, que os Beatles pisaram pela 1ª vez nos Estados Unidos no dia 7 de fevereiro de 1964. Semana passada, a cidade revelou um monumento aos Fab Four no local.

Top4 Flaming Lips toca “Lucy in the Sky with Diamonds”, junto com filho de John Lennon

 

O Late Show with David Letterman, que é gravado no mesmo teatro onde Ed Sullivan costumava transmitir seu programa, homenageou os Fab Four com um cover diferente a cada dia da semana que passou. E a banda que fechou a semana foi o Flaming Lips. Eles retomaram a psicodelia do mesmo lugar onde os Beatles a deixaram, e ainda a levaram além! Com um visual mezzo-robô-mezzo-freak, Wayne Coyne chamou o filho de John Lennon para tocar o hino dos anos 60. Outro destaque da semana foi a inspirada versão de “And I Love Her” pelo Broken Bells.

Top3Arctic Monkeys toca “All My Loving”

 

Uma das bandas inglesas que invadem os Estados Unidos hoje em dia é o Arctic Monkeys! Tocando para um Madison Square Garden lotado, Alex Turner e sua turma fizeram o seu maior show na América ontem, 50 anos depois da apresentação dos Beatles, e mandaram esse cover pesado de “All My Loving”. Arrepiou aí?

Top2  Dave Grohl toca uma pérola do Yellow Submarine

 

O vocalista do Foof Fighters se juntou com Jeff Lynne (da clássica banda inglesa da década de 70 Electric Light Orchestra) para mandar “Hey Bulldog”, do Yellow Submarine. Participação especial: a filhinha de Grohl, Harper, de 5 aninhos. Essa apresentação rolou no…

 Top1The Night That Changed America: A Grammy Salute To The Beatles

 

A principal homenagem à data histórica foi feita pela própria CBS, que armou um especial de quatro horas recheado de atrações, imagens de arquivo, entrevistas e shows de artistas completamente diversos, como Ed Sheeran (veja o vídeo), Kate Perry, Stevie Wonder… Até o Eurythmics (a dupla inglesa do clássico “Sweet Dreams”) se reuniu para uma versão da delicada “The Fool On The Hill”. Veja aqui a hora em que Paul e Ringo se juntaram para tocar juntos antes que a CBS derrube mais um vídeo da internet!

 

TOP 5 – Bandas de Glam Rock Britânico

4 anos atrás ----- Blog Top 5

T+Rex

Um dos movimentos musicais mais importantes do mundo pop nasceu na Inglaterra, com guitarras, atitude e muita maquiagem! O Glam Rock ganhou o mundo nos anos 70, embaralhando questões de gênero, atitudes transgressoras, tudo embalado pelo bom e velho rock ‘n roll (com batom, nas palavras de John Lennon).

Esse período de transformações de comportamento ganhará uma homenagem de Thiago Pethit nos palcos do #18CIF! O artista paulistano irá homenagear músicos clássicos do glam britânico num show exclusivo em São José dos Campos. Para aquecer, que tal um… TOP 5 – Bandas de Glam Rock Britânico?

Top5 The Darkness

Depois dos anos 70, a energia do Glam se diluiu em diversos novos movimentos, como o punk, o gótico, entre outros. O grupo The Darkness, fundado em 2000, bebeu da fonte original e até hoje leva aos palcos a postura glam embalada por seu hard rock. Por manter o glamour vivo, eles pegam o quinto lugar na nossa lista!

Top4 Roxy Music

Liderada por Brian Ferry, Roxy Music se junto em 1971, em Londres. Considerado um dos atos mais artísticos do glam, a banda namorou com o progressivo, o art rock a new wave. Os oito discos lançados pela banda influenciaram gente de peso, e apesar de nunca ter feito um enorme sucesso comercial fora da Inglaterra, é uma das bandas mais respeitadas da década.

Top3 Gary Glitter

Talvez a personalidade mais controversa do estilo, o passado recente do cantor é cheio de passagens tensas com a justiça. Mas durante muito tempo, ele moldou a imagem do cantor de Glam Rock. Era muito brilho, purpurina e penteados estilosos juntos numa pessoa só!

Top2 David Bowie

Foi difícil relegar o Bowie para o segundo lugar, mas nesse caso não teve jeito. Bowie foi muita coisa em sua carreira (não é à toa que o chamam de camaleão, poxa). Foi inclusive uma das figuras mais carimbadas do Glam, com seu personagem definitivo do estilo, Ziggy Stardust. Pegaria o primeiro, não fosse…

Top1 T. Rex

…Marc Bolan e sua trupe. Formada em 1967, como um duo, a banda tinha um pé na hippiece do período, com arranjos folk e psicodélicos. Foi no começo da década de 70 que o T. Rex foi migrando para um novo estilo, mais elétrico e pop – acompanhado pela mudança no visual. Eles foram a principal banda a construir a imagem do Glam como o conhecemos! Infelizmente, a banda chegou ao fim com a morte de Bolan em 1977.

Top 5 – Mitos musicais de Londres

4 anos atrás ----- Blog Top 5

A TimeOut da capital inglesa compilou os 10 mitos do rock mais curiosos que rondam Londres. Em inglês aqui no link da revista e em português abaixo na nossa versão com os 5 melhores:

.
 As cinzas do Sid Vicious estão no aeroporto de Heathrow

 

Não se sabe se é verdade ou mentira (“the jury is still out“, na expressão em inglês), mas bem que pode ser verdade. A mãe do baixista do Sex Pistols disse que jogou as cinzas de Sid sobre o túmulo da namorada dele, Nancy Spungen (o que seria muito romântico, não fosse ele o principal suspeito pela morte dela). Mas muitas testemunhas relataram que a mãe trouxe as cinzas de volta para o Reino Unido e, ao sair do avião em Heathrow, escorregou e derrubou as cinzas na pista do aeroporto.

 A vocalista do The Mama & The Papas morreu engasgada

Meio sanduíche de presunto foi encontrado ao lado do corpo da Mama Cass num apartamento em Londres em 1974. Embora a polícia realmente tenha achado o sanduíche parcialmente comido junto ao presunto da cantora, não havia nenhum alimento em sua garganta, nem na traqueia. Mama Cass morreu vítima de um ataque cardíaco fulminante aos 32 anos de idade.

.
 O cara do Aphex Twin morava numa rotatória

Richard Davis James, o músico eletrônico por trás da banda Aphex Twin é, de fato, bem excêntrico. Portanto quando surgiram os rumores de que ele vivia dentro do cubo de metal que enfeita a rotatória do bairro de Elephant & Castle em Londres (foto), a maioria pensou “é, faz sentido”. Mas o fato é que o cubo é um monumento em homenagem ao físico inglês Michael Faraday e o Richard morava perto, não dentro do cubo.

 O Pete Doherty é um personagem inventado

Lembra da banda de acid house KLF? Pois reza a lenda que eles pegaram um imitador do cantor Buddy Holly e inventaram o Pete Doherty, ex-Libertines. E a lenda tem fundamento “oficial”: era exatamente isso que dizia um press release que a banda soltou em 2006!
.

 Bowie e Mick Jagger tiveram um caso

 

Esse mito é o mais crível (e romântico) de todos. Angie Bowie, ex do David Bowie, diz que uma vez chegou na casa do casal em Londres e flagrou o camaleão juntinho com o Rolling Stone debaixo das cobertas. Outras testemunhas garantem que o caso era sério e eles tiveram um relacionamento de anos. Coloque nessa trama o rock’n roll dos anos 70 e o experimentalismo e o carisma de ambos: você apostaria que essa história é verdadeira ou falsa? Pois uma biografia recente de Mick Jagger parece ter confirmado a história.

Mais mitos musicais aqui.

Os indicados e os destaques do Brit Awards 2014

4 anos atrás ----- Blog

.
brit awards

.
A principal premiação da música britânica, o Brit Awards, acontecerá dia 19 de fevereiro, mas os indicados já foram divulgados. Separamos alguns destaques para você ficar por dentro do que está rolando de mais importante no rock bretão.

Roubando os holofotes, dois grupos novos levaram o maior número de indicações: Bastille e Disclosure. O primeiro é um grupo de rock londrino e o segundo um duo de música eletrônica de Surrey. Os dois discos de estreia das bandas, lançados em 2013, pegaram o primeiro lugar das paradas britânicas!
.

  .  

Eles concorrem como melhor revelação, melhor grupo britânico, melhor single (veja os dois aí em cima) e melhor álbum!

Outro destaque é a volta do bom e velho David Bowie! Com o seu álbum The Next Day, lançado no ano passado, ele concorre a melhor álbum e melhor artista britânico.

Arctic Monkeys, Jake Bugg e James Blake também aparecem nas indicações, que, claro, não deixaram de fora One Direction, Ellie Goulding, e muito mais!

Confira a lista completa de nomeações e fique por dentro!

Queen libera no YouTube show clássico do Rock in Rio 1985

4 anos atrás ----- Blog

.
Foi o maior show do Queen em todos os tempos. E agora a banda liberou no YouTube na íntegra!

Com 29 anos completados neste domingo, esta apresentação no primeiro Rock in Rio foi lançada com o nome de “Live in Rio” em VHS em 1991 e em DVD em 2013,  e agora pode ser também vista online na faixa.

Aquele momento emocionante no qual o público canta Love of My Life para o Freddie Mercury está aí.

A banda britânica tocou nos dias 12 e 19 de janeiro de 1985 para um público de 250 mil pessoas em cada show! Foi o maior público para o qual o Queen tocou na carreira.