Web Content Viewer
Cultura Inglesa Arquivos Exposições - Blog - Cultura Inglesa

Tag: Exposições

O mundo fantástico britânico chega ao Itaim

7 anos atrás ----- Blog


.
Depois do verão de 1816, o mundo nunca mais foi o mesmo. Naquele ano, um grupo de autores ingleses se aventuraram em uma competição de contos de terror. Desta brincadeira, nasceu a famosa história do Frankenstein e a longa tradição dos ingleses na ficção científica, que acabou invandindo as telas de cinema e até a música.

Algumas criaturas do mundo fantástico britânico desembarcaram na Estação Paraíso de metrô durante o 15º Cultura Inglesa Festival, na exposição de ficção científica que montamos no espaço do Projeto Encontros. Agora, elas vão conhecer a unidade da Cultura Inglesa do Itaim.

Se você não pôde ir na exposição no metrô, aproveite para conhecer um pouco mais da história deste gênero e mergulhar na ficção com réplicas (como a do Frankenstein abaixo), fotos, livros e a fantástica linha do tempo. Tudo vai ficar lá, de graça, até 27 de agosto. Aproveite!

Veja a galeria de fotos da exposição
.
.

* Post atualizado às 16h do dia 14/07

A exposição ficará aberta de segunda a sexta-feira, das 8 às 21 horas, e sábado, das 8 às 13 horas. O Espaço Cultura Inglesa-Itaim fica na Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 748.

.

 

 

 

Beckett ecoa na Capela do Morumbi

7 anos atrás ----- Blog

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=9tv63W14e20[/youtube]

Se o 15º Cultura Inglesa Festival teve em seu ponto alto o Gang of Four quebrando tudo no Parque da Independência, no final de semana seguinte do festival foi o silêncio que ditou o ritmo.

A curiosidade sobre o que ia acontecer na Capela do Morumbi no sábado (mais uma vez, um belo cenário), não era pouca. Afinal, para quem não o conhece, Maurício Ianês foi o cara que vagou nu pelo prédio da Bienal durante a penúltima edição do evento – calma, a experiência fazia parte de sua performance.

Este novo trabalho partiu da exposição Um e Outro Silêncio, do próprio Maurício, em exibição no CBB. A exposição e a performance trazem frases da peça Ohio Impromptu,  do irlandês Samuel Beckett.

“Sempre gostei da peça, ela sempre me inspirou. É sobre a falta de comunicação entre três personagens – que, na minha interpretação, são os mesmos”, explica o artista.

Na Capela do Morumbi, Ianês era um dos personagens dessa história. Vestido de preto e com os pés descalços, apenas lia um texto à sua frente. O silêncio da cena era quebrado por frases cortantes que o artista tirou da peça – recitadas por homens de branco que cercavam a mesa na qual estava sentado – e sons que, no final da performance, tomavam conta do ambiente. O silêncio que veio depois era quase perturbador.

Veja, no vídeo acima, um trecho da performance e confira as fotos no nosso Flickr.

Se você perdeu essa, aproveite pelo menos para conferir a exposição. Fica em cartaz até 30 de junho no CBB.

 

 

Performance de Maurício Ianês

7 anos atrás ----- Exposições

.
Depois dessa, você não vai parar de filosofar durante suas aulas de inglês. A histórica Capela do Morumbi vai virar palco para uma performance do artista Maurício Ianês sobre o trajeto da linguagem em direção ao silêncio.

O trabalho é inspirado na peça “Ohio Impromptu”, do dramaturgo irlandês Samuel Beckett, que traz à tona as falhas e becos sem saída da linguagem.

Em paralelo, o 15º Cultura Inglesa Festival traz a exposição Um e Outro Silêncio, também de Maurício Ianês, em exibição no Centro Brasileiro Britânico ao longo do mês de junho e julho. Saiba mais.

.
Classificação: livre
..

Capela do Morumbi
Capacidade: 50 lugares
Av. Morumbi, 5387 – Morumbi

Errata: No passaporte do #15CIF este evento consta como ocorrendo no dia 11 de maio. Ele na verdade acontece no dia 11 de junho. Desculpe-nos.


Chá com arte no Centro Brasileiro Britânico

7 anos atrás ----- Blog

Quem entrar no CBB nos próximos dias vai se surpreender com paredes coloridas, frases flutuando no ar e quadros que vão causar um certo estranhamento.

É o 15º Cultura Inglesa Festival, que já chegou por lá espalhando arte e irreverência pelo prédio com três exposições inéditas. São obras de artistas brasileiros repletas de influências à arte e cultura britânica.

Não dá para passar reto! Uma parede amarela logo arrasta o visitante para a exposição Unfreeze. O ambiente está totalmente redecorado pelos jovens artistas que se juntaram para esta exposição: um carrinho de sorvetes, uma geladeira e mesas cobertas por toalhas xadrez.

“A gente vê o artista como agente”, conta o artista Theo Craveiro enquanto arruma sua obra Du Buffet. É uma barraca ambulante que o artista geralmente usa como museu para suas obras. Na festa de abertura do festival, o móvel se tornou o lugar dos petiscos (com o cardápio elaborado pelo próprio artista) e agora, novamente reinventado, vai carregar os registros daquela comemoração.

A ideia do grupo é justamente essa: o papel do artista vai muito além de assinar a obra. Pensando nisso, Amilton Santos, integrante do grupo, preparou outra bela recepção ao público. Quem foi ao CBB no sábado, entrou na obra Five’o Clock e pode apreciar um bom chá com biscoitos e “minúsculos sanduíches” (o cardápio, novamente, preparado pelo artista). Enquanto isso, rolou também um bate-papo com o artista sobre o sucesso do chá britânico!

.

Depois do chá

Na sala à frente, o silêncio é quase interrompido por frases que flutuam no ar. Em Um e Outro Silêncio, as palavras do dramaturgo Samuel Becket, cuidadosamente distribuídas na sala pelo artista Maurício Ianês, cativam o público com um misto de jogo e provocação e confundem os seus sentidos. Não deixe de passar por lá!

Suba as escadas e conheça as principais obras da Tate na exposição Reflecting the Collection… Se, talvez, você notar que algo está errado, tá tudo certo. É a ousadia do Paulo Almeida! O artista recriou obras da famosa galeria, mantendo as mesmas cores e proporções – só que invertendo as imagens. Veja!

Um e Outro Silêncio

7 anos atrás ----- Exposições



“O trajeto da linguagem em direção ao silêncio”.

Partindo dessa premissa, o artista Maurício Ianês escolheu frases da peça Ohio Impromptu, do dramaturgo irlandês Samuel Beckett, para representar em peças de acrílico de grandes proporções. As peças ficam suspensas no teto da sala de exposição por cabos de aço!

Permitindo a interação direta do espectador com as frases, Maurício busca retratar a linguagem e as relações complexas entre os ouvintes e interlocutores em sua instalação.

.
Inspiração: Ohio Impromptu, de Samuel Beckett
Artista: Maurício Ianês
Classificação: livre

.

Espaço Cultural David Ford – CBB
Rua Ferreira Araújo, 741 – Pinheiros

De 27/05 a 30/07
Segunda a sexta das 10h às 19h
Sab, dom e feriados das 10h às 16h
Tel. 11 3095-4466

UnFreeze

7 anos atrás ----- Exposições


Inspirado na histórica exposição Freeze realizada em 1988 em Londres por Damien Hirst (autor da obra acima), a releitura UnFreeze que você vê no 15º Cultura Inglesa Festival desconstrói e reapresenta o conceito de Hirst em outro espaço e outro tempo.

Realizada coletivamente por 11 jovens artistas brasileiros, entre eles Daniel Rubim e Theo Craveiro, UnFreeze retoma o sentimento de contestação daquela união de artistas que ficou conhecida como Young British Artists. Será impossível ficar frio diante de UnFreeze, acredite!

Inspiração: Freeze, exposição idealizada por Damien Hirst, em Londres
Artistas: Amilton Santos, Daniel Rubim, Gustavo Ferro, Igor Vidor, Jaime Lauriano, Leonardo Araújo, Luciana Magno, Pablo Vieira, Paula Borghi, Silvio Borges e Theo Craveiro
Classificação: livre

.
Espaço Cultural David Ford – CBB

Rua Ferreira Araújo, 741 – Pinheiros

De 27/05 a 30/07
Segunda a sexta das 10h às 19h
Sab, dom e feriados das 10h às 16h
Tel. 11 3095-4466

Reflecting the Collection

7 anos atrás ----- Exposições

Mudar e refletir. Um outro ponto de vista, um outro mundo, uma outra reflexão.

O trabalho do artista Paulo Almeida se baseia no duplo sentido da reflexão: a análise e o espelhamento. Trabalhando em cima de obras fundamentais da arte inglesa e mundial nos séculos XX e XI, Paulo expõe pinturas espelhadas em escala natural de artistas como Francis Bacon (autor da obra acima), David Hockney e Damien Hirst.

Além de ser uma oportunidade única de ter acesso e contato com representações das obras da Tate, a exposição Reflecting the Collection proporciona a experiência única da provocação proposta pelo artista.

.
Inspiração: Acervo da Tate
Artista: Paulo Almeida
Classificação: livre.

Cl

Espaço Cultural David Ford – CBB
Rua Ferreira Araújo, 741 – Pinheiros

Tel. 11 3095-4466

De 27/05 a 30/07
Segunda a sexta das 10h às 19h
Sab, dom e feriados das 10h às 16h