Web Content Viewer
Cultura Inglesa fevereiro 2012 - Página 3 de 4 - Blog - Cultura Inglesa

Mês: fevereiro 2012

Let’s Rock Together – Holger tocando New Order

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=w5YxVlShHfo[/youtube]

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=w5YxVlShHfo

Banda nascida e criada em São Paulo, o Holger já lançou um EP, “The Green Valley” e um disco, o “Sunga”.

Com um pé no indie rock, a banda já tocou em festivais importantes no Brasil e no mundo, como o Planeta Terra e o South by Southwest, nos Estados Unidos.

No primeiro disco, diversos elementos tropicais aparecem, em adição ao som rockeiro do grupo.

No segundo disco, que está em processo de gravação, há uma forte influência da música eletrônica. As apresentações do grupo já foram elogiadas por muitos críticos e jornais, por serem sempre empolgantes.

Para o 16CIF, pretendem levar uma versão tropical do New Order, banda que sempre utilizou a música eletrônica para fazer um som pop. Ainda prometem sair no tapa para decidirem quem será o Peter Hook!

Veja acima o clipe da música Let’em Shine Below, da banda Holger.
.

Saiba mais:

http://www.holger.com.br/

Let’s Rock Together – Garotas Suecas tocando Rolling Stones

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=3QJHSVw-rrM[/youtube]

Uma das bandas ganhadoras do concurso “Let’s Rock Together”, o Garotas Suecas irá levar o rock dos Rolling Stones para o palco do 16CIF, com toda sua “beleza, desleixo, ameaça, caos criativo, perigo e energia”, nas palavras da banda.

Mesclando influências como Groove, Soul, além do rock de MC5 e Rolling Stones, o Garotas Suecas já possui uma expressiva carreira nacional e internacional.

A banda já possui três EP’s lançados além do disco Escaldante Banda, e já tocou em grandes festivais do mundo, como o Primavera Sound, na Espanha, e o South by Southwest, nos Estados Unidos.

Em todos os lugares, a recepção da crítica foi excelente. No primeiro videoclipe do disco, convidaram o dançarino Jacaré para uma performance.

Veja acima o clipe da música “Banho de Bucha”, da banda Garotas Suecas.
j.

Saiba mais:

http://www.bandagarotassuecas.com.br/

Let’s Rock Together – Banda UÓ tocando The Smiths

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=7DYNuUMDLf4[/youtube]

Nascida pela paixão pelos ritmos tropicais, a Banda UÓ é considerada uma das maiores apostas da crítica para 2012. Eles ficaram em segundo lugar na votação do Let’s Rock Together e vão tocar no palco do 16CIF!

A banda começou depois que os goianos Davi Sabbag e Mateus Carrilho fizeram uma versão para a música “Teenage Dream”, de Kate Perry. O sucesso do cover foi tão grande que eles começaram a fazer mais músicas e clipes inspirados!

A Banda UÓ já apareceu em jornais e revistas importantes, como a Folha de São Paulo, Rolling Stone, Época, e já roubou elogios até do blogueiro americano Perez Hilton.

Para o 16CIF, eles vão levar versões tropicais e calientes do The Smiths, bandas seminal dos anos 80 e do pós-punk, uma das mais importantes do rock inglês. No mínimo, curioso!

Veja acima o clipe da música “Shake de Amor”, da Banda .
.

Saiba mais:

http://www.bandauo.com/

Let’s Rock Together – Khaki Heads

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=illaT6fLfJc[/youtube]

A banda Khaki Heads já existe há três anos, levando para os palcos um heavy metal feito por amigos.

Tudo começou quando Paulo Dalprat (bateria) e Paulo Zavaski (guitarra) abandonaram suas antigas bandas em busca de um som mais pesado. Com a entrada do guitarrista Matheus Fessel, adotaram o atual nome.

Com a formação atual, que leva ainda Bianca Banhara nos vocais e Bruno Bernardo no baixo, a banda já ganhou um concurso de Colégio, além da eliminatória do Cult in Music em São José dos Campos.

Na final do Cult in Music, levaram o quinto lugar.
.

Saiba mais:

http://pt-br.facebook.com/pages/Khaki-Heads/233761406659257

Let’s Rock Together – The Motters

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=GYPyZltJ17c[/youtube]

Riffs, solos de guitarra, baixo e bateria pulsantes e vocais rasgados. É assim que o The Motters se define.

Eles tocam juntos desde 2009, e possuem um repertório próprio já consolidado, com um disco demo de 10 composições próprias.

Além disso, eles tocam covers de Beatles, The Who, Led Zeppelin, além dos nacionais Barão Vermelho, Paralamas, entre outros.

Na final do Cult in Music de 2011, a banda ficou em quarto lugar.
.

Saiba mais:

http://pt-br.facebook.com/TheMotters

Let’s Rock Together – King Crab

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=QkoEwFtkfd8[/youtube]

A banda King Crab tem um som focado no rock progressivo e no jazz fusion, e é formada por Vinicius Pippa (bateria), Martin Senna (guitarra), Caio Rulli (teclado) Gianluca Girard (baixo) e Rafael Iacovella (vocal).

A banda toca junto há quase um ano, e levou o prêmio de melhor banda da unidade da Granja Viana.

No grande final do Cult in Music 2011, ficou em terceiro lugar.

Saiba mais:

http://www.facebook.com/pages/King-Crab/287086901336794

 

Let’s Rock Together – Audioverbo

7 anos atrás ----- Cultura Inglesa

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=6NPJc9-bfoc[/youtube]

Com influências do rock/pop gospel, o Audioverbo é formado pelo vocalista Ricardo Vat, o guitarrista Renan Lacerda e o baixista Kleber Machado.

No início das primeiras gravações, a bateria era simulada por computador. Com a entrada do baterista Roger Inocêncio, a banda fechou sua formação que subiu aos palcos, pela primeira vez, no Cult in Music da unidade de Presidente Prudente.

Logo no primeiro show com a formação, eles levaram o prêmio de melhor banda na unidade, e o direito a participar na final em São Paulo. Ganharam o prêmio de segunda melhor banda do Festival.

Saiba mais:

http://www.facebook.com/audioverbo

Dica de sexta – Arctic Monkeys e Miles Kanes ao vivo no Facebook

7 anos atrás ----- Blog

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=2SV422fSYE4[/youtube]

O esquenta para o final de semana de quem gosta de rock não poderia ser melhor!

É que, hoje, dois dos maiores nomes do rock britânico fazem um show especial na França, com transmissão ao vivo pela internet.

Quem curtiu o Cultura Inglesa Festival ano passado conhece bem um deles: Miles Kane! Então, quem quiser matar saudade do show do cara que incendiou o Parque da Independência ano passado, é só ficar ligado porque a partir das 17h ele sobe ao palco!

Já às 18h15, é a vez do Arctic Monkeys, banda preferida de 9 em cada 10 rockeiros da nova geração! Eles pintam pelo Brasil ainda este ano, então é uma boa oportunidade de conhecer o show do novo disco dos caras, o Suck it and See.

.
A transmissão do evento será feita através do site oficial da banda e pela página dos caras no Facebook.

A nossa dica de sexta-feira não poderia ser outra: aumente o som e curta o show destes dois nomes que agitam a cena britânica da nova música!

Para ajudar ainda mais a matar a saudade, fiquem com o clipe cool de Rearranje, do Miles Kane, aí no alto do post.
.

Saiba mais:

ArcticMonkeys.com

 

Maratona de bike até o melhor pôr-do-sol de Londres

7 anos atrás ----- Blog The Insider The Insider

por Milo Steelefox, de Londres*

Sunday. Not my favourite of days, simply because (even years later), I still get the sneaking suspicion I’ve forgotten some homework I need to do. Traditionally a day of rest, chores and seeing friends, today is different, with some 40-odd thousand runners sweating out 26 miles for the London marathon. And although actually on my bike, I feel like I’ve completed the same distance.

Before heading to the centre I quickly nipped up to the pleasant neighbourhood of Muswell Hill (which is at the top of a massive hill) to buy a thin mac/jacket I’d had my eye on – it was too sunny to wear it there and then, but I still made me feel nice and brand new. Then I rolled down to The Mall to the finish line of the marathon, right infront of Buckingham Palace.

It felt like there were hundreds of thousands of people lining the streets, and given the sporting occasion and good weather, spirits are high, and you know what, I felt rather proud. Proud of all these people, all the effort, all the clapping, cheering and energy, and of course the money raised for charity.

Exibir mapa ampliado

Though saying that, I did queue for a good hour and a half to cross a road and get into Green Park to try and find a friend of mine who lives in China but had come home to see family, and run the marathon! It would’ve been worth the wait, but with him being without a phone, our loose arrangement at Meeting Point C was a longshot, and sadly I couldn’t find him! Still, not a wasted journey, I’d never experienced the event live, and besides being amazing, it reminded me that I’d like to run it one day.

Then, back on my bike, I rode through town to a pub called The Old Queen’s Head to catch a friend’s band play, and then on up to Camden to drop in briefly at a charity event by the ABC Trust (Action for Brazil’s Children). And, before winding up the evening at a famous venue called the Koko with ‘a night of twisted Cumbia’ from a band called the Mexican Institute of Sound (see photo), I quickly popped by Primrose Hill Park to get a view across the city an its sunset, and also a glimpse of the nearly full moon!

A beautiful spring day. But now I am most definitely ready for bed.

Saiba mais sobre a maratona:

http://www.virginlondonmarathon.com/


GLOSSARY

  • Chores: jobs to be done around the house, or other activities like shopping – another similar word would be ‘errands’, although this refers more to things like shopping and going to the bank or post office
  • 40-odd thousand: adding the word ‘odd’ in here simply emphasises the fact that you are making a rough guess, in this case it means around about 40 thousand people
  • I quickly nipped up to: to nip somewhere is literally like ‘to go’, to drop in somewhere quickly
  • I’d had my eye on: to have your eye on something means wanting something – usually something you’ve seen and can’t stop thinking about… like a new bike, or a cute new classmate at school
  • A longshot: something which is a little ambitious, unlikely, hopeful!
  • Winding up the evening: you can also say ‘rounding off the evening’, to say how you ended the evening
  • A glimpse: to see something quickly, briefly

TOP 5 – Pegadinhas da língua inglesa no Reino Unido

7 anos atrás ----- Blog Top 5

Na Inglaterra, muita coisa é diferente!

E algumas destas peculiaridades são velhas conhecidas por muita gente, e até já falamos de algumas delas por aqui.

Por exemplo, os carros e ônibus andam pelo lado esquerdo da rua. E eles chamam o metrô de uma forma que é óbvia, mas que causa confusão em outros países de língua inglesa: underground, ou pelo apelido “tube”.

Mas não estamos aqui para complicar! Com vocês, o TOP 5 Pegadinhas dos ingleses:

.
Zed ou Zee?

Cuidado ao pedir para um inglês soletrar uma palavra com a letra Z. Muita gente está acostumado com a pronúncia americana, o zee (zi). Na Inglaterra, eles falam zed. Zed também é uma gíria comum para falar de zumbis.

Fila é coisa séria

Alguns dos estereótipos que damos aos ingleses são precisos, como a pontualidade. Eles respeitam filas também. Só que se você pedir para alguém “stand in line” (como dizem os americanos), a pessoa pode demorar para entender. Lá, o uso mais corrente é “queue” (lê-se “quiu”). Guarde esta dica e lembre-se: nunca fure filas. Você pode ser fritado como um bacalhau de um fish’n’ chip.

Push, não puxe

Esta é clássica, e se você não estiver atento quando um inglês pedir para você empurrar algo, ou ler isto alguma porta, vai passar vergonha! Isso vale pra qualquer país de língua inglesa. Desligue o português e lembre-se: se ler “push”, empurre. Se ler pull, puxe. Não é difícil, vai? Mas todo brazuca dá com o nariz na porta…

Vírgulas e pontos que valem dinheiro

Bom, não é uma pegadinha muito desconhecida, mas é sempre bom lembrar: por lá, ao escrever um valor, os pontos valem como nossas vírgulas (para separar os centavos das libras). Já as vírgulas, adivinhem? Funcionam como nossos pontos (separam os milhares, milhões, etc.). Por exemplo, mil reais por lá ficaria assim: R$1,000.00.

“To” ou “for”? “In”, “on” ou “at”?

Aprender preposições em português já é tarefa árdua para muita gente. Em inglês, então… Bom, se fôssemos colocar aqui todas as regras e dicas, era capaz do Festival acabar e o post ainda não ficar pronto. Para desvendar esses mistérios, só procurando a Cultura Inglesa mais próxima…

INSTAGRAM

49 anos atrás
@