Web Content Viewer
Cultura Inglesa dezembro 2011 - Página 3 de 3 - Blog - Cultura Inglesa

Mês: dezembro 2011

TOP 5 – Melhores discos de bandas britânicas em 2011

6 anos atrás ----- Blog Top 5

Com o fim do ano chegando, é hora de pensar em coisas importantes como a lista de presentes para o Papai Noel, promessas para o ano novo, e porque não os melhores discos do ano?

Nosso primeiro TOP5 de dezembro traz os cinco melhores discos lançados por bandas britânicas em 2011.

Não foi tarefa fácil! Muita banda e gente grande ficando de fora, várias polêmicas… enfim: não é possível agradar a todo mundo.

Confiram os cinco melhores discos indicados pelo blog do Cultura Inglesa Festival:

.
Mylo Xyloto – Coldplay

A banda liderada por Chris Martin é grande. Arrasta multidões para os seus shows, vende como poucas bandas conseguem e está sempre na mídia. Goste ou não, há de se reconhecer o tamanho do Coldplay. O disco novo não foi nem inovador nem genial, mas conseguiu manter o Coldplay no topo das paradas. O que não é pouco.

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=1G4isv_Fylg[/youtube]

The King of Limbs – Radiohead

O Radiohead acertou de novo. Para muitos, o disco novo é uma continuação do “In Rainbows”, de 2007 e ajudou a consolidar o Radiohead como a banda-símbolo dos indies (ainda mais depois da dancinha desajeitada de Thom Yorke no clipe da música “Lotus Flower”).

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=cfOa1a8hYP8[/youtube]

Velociraptor! – Kasabian

A banda que tomou a Inglaterra de assalto no começo da década ao fundir o britpop de Oasis com a neo-psicodelia de Primal Scream e The Stone Roses voltou a confundir os críticos e fãs com um disco diferente. Mais rico em harmonias e com vocais mais elaborados, Velociraptor! definitivamente coloca o Kasabian correndo por fora como uma das bandas mais relevantes da Inglaterra.

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=pBsQVP-Olmw[/youtube]

Suck It And See – Arctic Monkeys

Talvez não haja exagero nenhum em dizer que a banda de Alex Turner seja a maior representante de sua geração. Depois de três excelentes discos, e todos diferentes entre si, eles voltam mais maduros, porém menos “chatos” do que no “Humbug” (terceiro disco da banda, produzido por Josh Homme). Suck It and See é obrigatório!

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=TlYJKfunfC0&ob=av2n[/youtube]

High Flying Birds – Noel Gallagher

Oasis quem? O projeto solo de Noel Gallagher pode não ter agradado a todo mundo. Mas ele apresentou um disco original, mesclando influências como Neil Young e John Lennon. Quem espera a rebeldia que fez o Oasis ser lembrado vai se decepcionar, mas quem quer ouvir um bom disco, feito por um músico maduro e experiente, vai ter boas surpresas. Imagine ainda a inveja que seu irmão, o Liam, sentiu ao ouvir este disco…

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=kFx_IniNjfE[/youtube]

.
Sabemos que esta lista é polêmica. Então nos diga: para você, qual foi o melhor disco do ano?

15CIF entre os melhores festivais do ano do Guia da Folha

6 anos atrás ----- Blog

O ano de 2011 foi bala para quem gosta de shows e festivais. Na lista dos melhores, está o 15CIF, que trouxe Gang of Four, Blood Red Shoes e Miles Kane para tocar de graça no Parque da Independência!

Essas três bandas que mostram diferentes aspectos da música britânica dividiram o palco com a apresentação de Cachorro Grande tocando The Who, além de The Mockers tocando a fase psicodélica dos Beatles.

O Festival ainda trouxe filmes ingleses inéditos para o Brasil, fez a mostra Monty Python no cinema, montou uma exposição de Ficção Científica no metrô, promoveu peças de teatro adulto, infantil e espetáculos de dança, além de exibições de arte.

Agora, no clima de listas de fim do ano, o Guia da Folha lançou uma enquete sobre os melhores festivais do ano. E, claro, o 15 CIF está lá!

Confira e vote no seu favorito! A gente, né? http://polls.folha.com.br/poll/1133510/

Que filme é esse? V e Natalie Portman no nosso cinequiz da vez

6 anos atrás ----- Blog

Hoje foi dia de “cinequiz” na fanpage da Cultura Inglesa, no Facebook.

E o filme da vez foi o sucesso “V de Vingança”, dirigido por James McTeigue e adaptado da HQ de Alan Moore.

O filme, de 2006, popularizou a HQ e o herói V, criado por Moore. Ele usava uma máscara de Guy Fawkes (conheça a história deste cara) e lutava contra um governo totalitário que dominava a Inglaterra em um futuro próximo.

Um dos filmes mais influentes dos últimos anos, foi sucesso de crítica e público!

Como vocês já sabem, no “cinequiz” colocamos uma foto do filme escolhido pixelada, e quem acertar primeiro o nome do filme ganha.

Hoje, quem acertou primeiro foi Cybele Fernandes, em incríveis 38 segundos. Parabéns!

Fique ligado na fanpage para não perder o próximo Cinequiz!

Já dá pra ver as Olimpíadas da janela

6 anos atrás ----- The Insider

por Milo Steelefox, de Londres*

The other week I went on a tour of the Olympic site. And aside from basing my 10min Portuguese homework presentation on this, I thought I’d tell you guys about it, as it was rather wicked.

Plus it also links our countries, as whilst the world’s eyes begin to fall on on London for next year, Brazil will be paying close attention looking for pointers for Rio 2016.

We know, we know – how on earth do you follow Beijing? Well, that’s pretty impossible really isn’t it, but ah well, we can have crack, or just have fun trying.

Anyway, despite the typical low expectations of the English, I was quietly impressed with what’s being built in East London as they regenerate and build on a vast space in Stratford (no relation to Shakespeare, this area).

I think the event might just turn out as quirky, fresh and modern as the controversial official logo!

The Velodrome, all wooden and shaped rather like a Pringle, is looking pretty. The Olympic Stadium’s almost complete, and the Aquatic Centre’s coming on well. And sat smack bang between the two, costing £22m, is Britain’s most expensive piece of public art, The Orbit, designed by Anish Kapoor.

When complete the rollercoaster-looking tower will stand 114m tall – it was perhaps half way there when I visited – and you can bet the view from the top is gonna be amazing. Check out this short video for an idea of how it’s being made.

But the icing on the cake was a novel project which cost half a million pounds and was whipped up in just 3 month, being a cubic green café called The View Tube.

Pretty much sat as close as you can get to the stadium, the café quite simply offers “a view, a brew, and a pee”, allowing members of the public to get up close and see how the development is coming on, with a classroom space for school groups too.

I was well impressed, but even more so, according to our tour guide, were the Brazilian Olympic officials who were visiting the week previous – so keep your eyes peeled for a View Tube café in Rio in about 5 years time…
.

Know More

Official London 2012 website: http://www.london2012.com/

The View Tube website: http://www.theviewtube.co.uk/

Video about The Orbit, by Anish Kapoor: http://www.bbc.co.uk/news/uk-england-london-12584721

.
GLOSSARY

  • Wicked: nothing to do with being evil, but rather meaning amazing, brilliant, cool
  • Pointers: clues as to how something could be done
  • To have a crack: quite simply, to have a go, to try
  • Stratford:: a little trivia for you… Stratford (the full name of which is Stratford-upon-Avon) is the birthplace of William Shakespeare, whilst it is also the name of the area of London which is being redeveloped for the Olympics
  • Quirky: like perculiar, different, novel, intriguing
  • Smack bang:an expression used to say right in the very middle of…
  • Gonna: abbreviation of ‘going to’
  • Icing on the cake: the best bit, ‘the star of the show’, a cereja no bolo
  • Whipped up: made, created, to be done
  • A view, a brew and a pee: in other words, the chance to see the Olympic site, have a cup of tea and go to the toilet, ‘brew’ meaning a tea, as you brew the leaves in order to make it
  • Well impressed: this is the same as saying ‘I was very impressed’, although it’s more slang, so your teachers might not approve

A série que traz Sherlock Holmes para o século XXI

6 anos atrás ----- Blog

.

 


 

Já imaginou se Sherlock Holmes vivesse no mundo atual e tivesse à disposição todos os nossos gadgets, GPS, notebook, smartphones e etc para resolver os crimes?

Pois o detetive mais famoso da história está aí. E tem até um site para registrar os casos, enquanto o seu colega, Watson, conta o dia a dia da dupla em seu blog. Esse é o Holmes da série Sherlock, produzida pela BBC.

Tirar personagens clássicos de suas épocas é sempre arriscado. Mas os criadores Steven Moffat e Mark Gatiss, ambos escritores também do Doctor Who, acertaram a mão.

A série já chegou ao Brasil e essa é a nossa dica desta sexta-feira!

Cada episódio tem 90 minutos e é inspirado em um dos livro de Sir Arthur Conan Doyle. As histórias não são seguidas à risca, mas os elementos principais estão lá.
.

[youtube width=”650″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=WbFCiYykyII[/youtube]

.
No entanto, diferente de outras aparições do grande detetive britânico na TV ou cinema, agora Holmes é jovem, um jovem entediado com o mundo.

A série tem apenas um problema: você vai ter que esperar um pouco para ver como termina a briga entre Sherlock e Moriarty. Por enquanto, foram lançados apenas três episódios, já reunidos em um box e lançados aqui no Brasil. Há rumores de que os novos episódios vão ao ar em janeiro, na BBC. Te avisamos quando eles chegarem por aqui.
.

Baker Street ficou de fora

Não deixe se enganar pelas cenas que se passam na rua em que Sherlock e Watson moram, a famosa Baker Street. Elas foram, na verdade, filmadas na North Gower Street, para fugir do trânsito que hoje tomou a rua de Sherlock. O endereço original do detetive, 221B Baker Street, de qualquer forma, não existia na época de Conan Doyle: a rua chegava apenas ao número 100.

 

Ator de Harry Potter ataca de Allen Ginsberg!

6 anos atrás ----- Blog

Depois de faturar estimados US$40 milhões com sua participação na saga “Harry Potter”, Daniel Radcliffe vem colecionando trabalhos diferentes do bruxo que o revelou.

Espetáculos de teatro na Broadway, filme de fantasma, e agora…

Ele está cotado para interpretar o poeta da geração Beat Allen Ginsberg. Para quem não conhece o maluco, ele escreveu o livro “Howl” e influenciou gente do calibre de Bob Dylan, Jack Kerouac e Hunter Thompson.

Nas telas, o último ator que interpretou este poeta americano importantíssimo foi ninguém menos que James Franco, em 2010, no filme “Howl”.

Os rumores começaram no começo da semana, e ontem o Guardian comentou a possibilidade do ator inglês assumir o papel. Hoje, o NME cravou como certo. Será?

Como Londres esquenta seu inverno

6 anos atrás ----- Blog

O inverno londrino é famoso por deixar a maior cidade da Inglaterra mais charmosa e com um clima de suspense no ar.

É uma boa hora para se visitar a cidade, já que diversas atrações especiais aumentam as opções para os turistas.

Para quem está animado a visitar a Inglaterra no fim do ano, trouxemos algumas dicas de destinos que esquentam o coração e a mente em meio ao gostoso frio do inverno inglês:

.

Trafalgar Square: A praça que ficou ainda mais famosa por conta de filmes e seriados (como 007 e Doctor Who), ostenta uma imponente árvore de natal. Ela é um presente anual dos noruegueses, pela atuação da Inglaterra na Segunda Guerra Mundial!

.

Big Ben: O nome se refere ao sino do relógio mais famoso do mundo, que fica no Palácio de Westminster. Este ponto é um ícone londrino e inglês, e visitar a ilha da Rainha e não conhecer este local está fora de cogitação. Inverno, fim de ano, relógio, sinos… Sim! Lá é o lugar para ver os fogos de fim de ano!

.

Somerset House: Às margens do Rio Tâmisa, este prédio neoclássico abriga atividades do governo, escolas de arte e muito mais. Durante o inverno, é possível esquiar no rinque de patinação montado no enorme espaço interno do charmoso prédio. Além da Somerset House, diversos outros lugares recebem estas pistas sazonais, como o National History Museum e a Tower of London – que transforma seu fosso do castelo em na pista de patinação mais turística da cidade.

.

 

.Stonehenge: O monumento histórico mais importante da Inglaterra possui toda uma mística e várias histórias sobrenaturais relacionadas a ele. No clima da magia, diversos turistas visitam o lugar no dia 22 de dezembro, data do solstício de inverno. Caravanas saem de Londres para uma visita toda especial neste lugar rico em história.

.
E você? Tem algum roteiro quente para o inverno inglês? Mande para gente!