Web Content Viewer
Cultura Inglesa dança | Blog – Cultura Inglesa

Tag: dança

Agenda dos espetáculos de dança inéditos do Cultura Inglesa Festival

2 mêses atrás ----- 21CIF Blog

O 21º Cultura Inglesa Festival apresenta dois espetáculos brasileiros inéditos de dança contemporânea inspirados na cultura britânica. Confira:

cansei1

Um dos vencedores do edital do 21° Cultura Inglesa Festival, o espetáculo é de autoria da Cia Perversos Polimorfos e é inspirado na faixa “Spectrum”, da banda britânica Florence and The Machine e mixada pelo DJ Calvin Harris. Cansei de Ser Sereia estabelece uma relação entre as imagens oferecidas pelo videoclipe da música, criando uma estrutura dramatúrgica de corporeidade cinematográfica. No palco os bailarinos Barbara Elias, Carolina Canteli e Gabriel Tolgyesi são responsáveis por dar corpo a essa essa performance.

Saiba mais no site do Festival

egua0

Égua é um trabalho que investiga a potência do animal cavalo quando afirmado a partir do gênero feminino, provocado pela música música “Horses in my Dreams” da artista inglesa PJ Harvey. Cavalo, que a priori nos transmite ideais acerca de uma força e beleza selváticas, é imediatamente colocado em cheque quando observado a partir deste outro estranho, “o segundo sexo”. Uma égua não é um cavalo, e isto é muita coisa. Foi então que surgiu o ponto conflituoso da nossa investigação; ao entrar em contato com este universo inconsciente onírico despertado pela escuta insistente da canção, colocamos em movimento um campo que tensiona forças propulsoras e opressoras.

É neste território que Égua busca praticar uma percepção que se permite ser contraproducente ou, por que não, selvagem. Ser selvagem não como um fetiche de algo exótico a ser apreciado ou consumido, e sim enquanto uma característica inata e persistente. Correr, comer, rosnar, lamber, rir, dormir, rastejar, recusar, intuir. Pequenos verbos que nos colocam de maneira errática em relação aos códigos de conduta e adequações. Um movimento para farejar resquícios de modos esquecidos de existir.

Saiba mais no site do Festival

O #20CIF começou! Aproveite o feriado e programe-se

1 ano atrás ----- 20CIF

20cifbannerblog

Foi dada a largada! Começa nesta quinta (26), em São Paulo, o 20° Cultura Inglesa Festival com várias atrações GRATUITAS. Exposições, atividades infantis, teatro e dança recheiam a programação até o grande show de encerramento, com Kaiser Chiefs e outra grandes bandas. Para você não se perder e aproveitar tudo isso, dê uma olhada no que acontece já nesse feriadão prolongado e divirta-se!

Sábado (26 de maio)
A partir da 10h – British Invasion Experience
Até o dia 12 de junho, no Centro Cultural São Paulo, você mergulha no universo da Invasão Britânica e circula pelos fatos mais marcantes do movimento | Veja mais

20h – Céu de Espelhos
Inspirados por Beatles e Lewis Carroll, a coreografia faz o cruzamento entre personagens oníricos e imagens nonsense. Corra, é dia de estreia! | Veja mais

Sexta (27 de maio)
20h – Céu de Espelhos | Veja mais

Sábado (28 de maio)
11h às 18h30 – Feira de Discos
Edição especial do CIF, conta com a participação de 100 expositores de discos trazendo álbuns que marcaram a British Invasion. Por lá, você também encontra camisetas à venda, food bike e muita música comanda por DJ’s convidados. Marque na agenda! | Veja mais

20h – Céu de Espelhos
Penúltima apresentação. Fique esperto, ainda dá tempo de conferir. | Veja mais

21h – Eigengaru, no Escuro
Adaptação de um dos textos da britânica Penelope Skinner, a comédia dramática traz a história de quatro jovens à procura pela pessoa certa. Que tal assistir a uma peça teatral hoje? | Veja mais

Domingo (29 de maio)
19h – Céu de Espelhos – Última chance! | Veja mais

19h – Eigengaru, no Escuro – Última chance! | Veja mais

E mais!
Durante todo o #20CIF rolam três exposições no Centro Cultural Britânico. Programe-se para esse passeio 3 em 1:

– Marina
Instalação é baseada no poema homônimo de T.S. Eliot, escrito em 1930 | Veja mais
– Dias Úteis
Inspirada no universo de Virginia Woolf, contrapõe a questão da utilidade dos dias ao tempo da construção poética | Veja mais
– Structuring to Foster
A partir do estudo do edifício londrino 7 More London Riverside, a instalação discute os conceitos de materialidade e espacialidade | Veja mais

Pronto! Agora que você já tem opções para o feriado, baixe o seu passaporte completo e acompanhe as novidades. Ah, e a programação completa você encontra aqui, é só navegar pelas datas para ver qual é a boa do dia 😉

Espetáculo “Claro Escuro” marca estreia do #19CIF

2 anos atrás ----- 19CIF

.

Claro Escuro

O 19° Cultura Inglesa Festival começou nesta quinta (4) com o espetáculo de dança “Claro Escuro”, na galeria Olido. O sucesso foi tanto que os ingressos esgotaram cerca de meia hora após a abertura da bilheteria. Se você não conseguiu o seu, ainda tem mais três chances até domingo (veja os detalhes aqui)!

Com performance da bailarina Juliana Moraes, a coreografia se desenvolve sob um tablado de vidro de 25m², iluminado por baixo e encoberto por uma espessa camada de material negro em cima. Entre o jogo de luzes e o som ritmado, os movimentos da bailarina formam desenhos na instalação e convidam o público a mergulhar no universo estético da britânica Fiona Banner.

Para acompanhar o espetáculo, que conta com a participação musical de Laércio Resende, o público pode circular livremente pela sala. A dica é ficar em pé para visualizar melhor o efeito das ações de Juliana. Confira as próximas apresentações:

Onde: Galeria Olido – Sala Paissandu
Sexta (hoje), às 20h.
Sábado (6 de junho), às 20h.
Domingo (7 de junho), às 20h.

* GRÁTIS. Retirada de ingresso 1h antes do início do espetáculo.

Confira a agenda completa do #19CIF

Sala cheia marca a apresentação do primeiro espetáculo do #18CIF

3 anos atrás ----- Blog

.

mov para um homem so - 01

.

O 18° Cultura Inglesa Festival começou nesta sexta (9 de maio) com pé direito. Além das sessões de cinema da mostra Road Movies, rolou o espetáculo de dança “Movimento para um Homem Só”, na Galeria Olido. Fomos até lá para acompanhar a noite de estreia da programação e contar um pouco do que lhe aguarda nos próximos dias.

Valendo!

Com a sala quase lotada, a companhia Perversos Polimorfos recebeu o público ao som de “Where is My Mind”, do Pixies. Quando as luzes se voltaram para o palco, a dupla Jerônimo Bittencourt e Lucas Delfino já estava a postos para dar início à coreografia.

A inspiração veio do projeto desenvolvido pelo britânico Banksy em parceria com os brasileiros Osgêmeos. As intervenções dos artistas fizeram parte da ocupação “Better Out Than In”, realizada em outubro de 2013 em Nova Iorque. Não à toa é possível relacionar alguns dos movimentos desenvolvidos ao longo da peça a manobras de parkour – uma atividade tipicamente urbana.

Entram em cena ainda, um belo jogo de luzes que ajuda a dar sequência à montagem e uma pequena pausa destinada às falas dos dançarinos. Vale comentar que o texto, criado por eles próprios especialmente para a montagem, é no mínimo curioso. Mas, essa parte você vai ter que conferir ao vivo!

O espetáculo, que tem direção de Ricardo Gali, ainda tem mais duas apresentações no #18CIF. Hoje, às 20h, e amanhã (domingo, dia 11 de maio), às 19h, lá na Galeria Olido. Ah, é de graça! E a retirada de ingressos começa 1h antes.

Aproveite e veja a agenda completa de atrações do festival. A diversão está só começando!

Saiba o que está rolando nos ensaios do #18CIF

3 anos atrás ----- Blog

.

Música, cinema, artes visuais, teatro e dança. Tudo isso rola de graça a partir do dia 9 de maio mas, antes disso, muita coisa já está acontecendo nos bastidores.

Para você não perder nada e matar um pouco da curiosidade do que vem por aí, acompanhamos os ensaios de dois espetáculos que têm estreia marcada na programação do 18° Cultura Inglesa Festival. Se liga!
.

Zoopraxiscópio

zoopraxiscopio2

.
Para criar a coreografia e os elementos de cena, Roberto Alencar mergulhou no universo do fotógrafo britânico Eadweard J. Muybridge – inventor do aparelho homônimo ao espetáculo. Além dos movimentos bem executados, o dançarino conta com o auxílio de vídeos e realiza desenhos em cena que fazem referência ao processo do Zoopraxiscópio.

Inspirados na coletânea “The Human Figure in Motion”, os passos de Roberto muitas vezes se repetem em sintonia com a sua própria imagem projetada. E, durante alguns momentos, você vai até se convencer de que são duas pessoas no palco!

Apesar das gravações dos ensaios, da definição do cenário e tudo o mais, o processo de criação ainda não terminou. A montagem final você confere no dia 22 de maio, lá na Galeria Olido, e de graça! Veja os detalhes do evento na nossa agenda.
.

Denise Desenha nas Paredes

Screen Shot 2014-05-06 at 17.26.28

.
Inspirada na obra do Bansky, o mais popular artista de rua britânico, A Digna Companhia montou uma peça que procura ressaltar a importância de se dar a devida liberdade à criatividade infantil. Através da história de Denise, uma garotinha talentosa e questionadora, a peça aborda o o papel que a escola e os próprios pais têm, justamente, nesse processo.

O cenário é bastante lúdico, através de projeções coloridas ele muda conforme a trama se desenrola. A trilha sonora, que ainda não estava pronta quando assistimos ao ensaio, foi composta especialmente para a peça e vai acompanhar esses movimentos

Denise Desenha nas Paredes integra a programação do Kids Festival, que acontece no fim de semana dos dias 17 e 18 de maio. Fique por dentro de toda a programação infantil aqui!

Inglês que revolucionou a fotografia inspira espetáculo no #18CIF

3 anos atrás ----- Blog

.

.eadweard-j-muybridge-horse-animated-090512

.

Você sabe o que é um Zoopraxiscópio? O aparelho que dá nome a um dos espetáculos de dança do 18º Cultura Inglesa Festival provavelmente é mais importante do que você imagina. Por trás desse termo, digamos, incomum está umas das invenções mais simples e importantes para o estudo dos movimentos.

Seu inventor, que é a principal inspiração da coreografia, é o fotógrafo britânico Eadweard Muybridge. Ele nasceu na Inglaterra, no século 19, e criou o Zoopraxiscópio em 1872. A engenhoca é um dos primeiros projetores analógicos e é, de certa maneira, uma evolução do Fenaquistiscópio. A diferença é que em vez de ilustrações, Muybridge utilizou uma sequência de fotografias.

Na prática, a ideia é até bem simples (e você pode tentar fazer em casa, sem grandes riscos). A primeira experiência de Muybridge, que foi apresentada publicamente e o tornou um marco na história, foi a coletânea de imagens feita durante uma corrida de cavalo.

Foram colocadas várias máquinas fotográficas em pontos estratégicos da pista que, após a captura, deram origem a fotogramas. Colocadas em sequência em um disco, girado manualmente, as imagens ganharam vida!

Para entender visualmente como isso funciona, dá uma olhada nesse pequeno documentário sobre a obra do fotógrafo (aqui embaixo). Provavelmente você já viu algo parecido, seja no Google, no Tumblr ou em algum outro canto por aí. Aliás, aproveite a inspiração e mande a sua imagem para o #18GIF também!
.

.

A coreografia “Zoopraxiscópio”, que leva toda essa história em conta, estreia no #18CIF dia 22 de maio. Confira mais informações na nossa agenda.

A mais nova polêmica do Banksy! E a “presença” do artista no #18CIF

3 anos atrás ----- 18CIF Blog Cultura Inglesa

.
banksy girl
.
No último fim de semana, em Londres, um leilão com obras de preço estimado entre 100 e 500 mil (!) libras foi feito sem o consentimento do artista responsável por essas obras. Quem é ele? Na verdade, não se sabe direito, mas ele é conhecido por aí como um tal de Banksy

“Mas pera aí,” você deve estar se perguntando, “o Banksy não é aquele cara que faz arte na rua?!”.

Ele é! Daí a desaprovação diante do tal leilão. As caríssimas obras compradas no evento, intitulado “Stealing Banksy”,  foram retiradas das ruas, destacadas de muros de prédios ou casas e até das laterais de caminhões. Antes visíveis para qualquer transeunte londrino (até que as propagandas ou a tinta cinza os separasse), obras famosas como “Girl with a Red Balloon” (acima) foram restauradas e vendidas para gente com muita, muita grana.

Passado o evento, elas vão ficar dentro de quatro paredes, enquanto que o dinheiro investido nelas vai ser repassado para instituições de caridade. Mesmo assim, a polêmica permanece, com várias questões ainda pairando no ar…

stolen banksy2
[  Buraco cinza onde antes havia um grafite do Banksy  ]

O episódio só mostra que a arte e as provocações de Banksy seguem mais vivas do que nunca.

Nesta edição do Cultura Inglesa Festival, o artista de Bristol inspira duas atrações do #18CIF!

O espetáculo de dança Movimento para Um Homem Só e a peça infantil Denise Desenha nas Paredes foram livremente inspirados em obras distintas de Banksy, e fazem parte da programação do Festival.

Veja os horários e locais das apresentações e salve na sua agenda!

“Zoopraxiscópio”, inspirado num dos maiores fotógrafos do século XX, é um dos espetáculos de dança do Festival em 2014

3 anos atrás ----- Blog Edital

Time Lapse Leap-Frog

.

O espetáculo Zoopraxiscópio, da Cia. Incunábula, é um dos vencedores do Edital do 18º Cultura Inglesa Festival e ganhará vida no Festival deste ano. Ele tem como ponto de partida a fotografia do inglês Eadweard Muybridge.

Por que assistir: Eadweard J. Muybridge foi um dos mais importantes fotógrafos do século XIX. Foi ele quem inventou o aparelho que dá nome a este espetáculo, o zoopraxiscópio. Muybridge procurava retratar o movimento humano e animal em sua obra. Destaca as nuances de movimento do corpo humano utilizando, muitas vezes, diversas câmeras. Ao juntar fotos subsequentes em um aparelho rotatório, o zoopraxiscópio, ele conseguiu, pela primeira vez na história, visualizar imagens “em movimento” – o que influenciou, posteriormente, a invenção do cinema.

Da mesma forma que Muybridge, a Cia. Incunábula explora os mais diversos tipos de movimento em suas coreografias, inspiradas pela coletânea de obras “The Human Figure in Motion”.

Em destaque: O diálogo entre diversos tipos de expressões artísticas, que a Cia. Incunábula já propôs em suas duas últimas criações – “Um Porco Sentado”, de 2010, e “Alfaiataria de Gestos”, de 2011. Com a ajuda de um aplicativo de celular que permite a captura de um movimento em várias imagens, o grupo pretende criar vários “zoopraxiscópios” durante os ensaios para o espetáculo. A proposta é sobrepor movimentos e explorar a dramaturgia que o corpo consegue transmitir com base na técnica de Muybridge.

Quem faz: Concepção, direção e interpretação e desenhos: Roberto Alencar; Dramaturgia do movimento: Angela Nolf; Cenografia: Rogério Marcondes; Desenho de luz: Domingos Quintiliano; Música original: Daniel Maia; Figurino: Roberto Alencar; Vídeos: Gal Oppido; Produção: Berenice Haddad; Vídeos: Gal Oppido; Assistente de vídeo: Iago Ferrão.

Onde e quando? Mais informações em breve! Acompanhe nosso Facebook e Twitter.

Os ganhadores do edital do 18º Cultura Inglesa Festival

3 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa

Banksy, inspiração para dança e teatro infantil

.
As primeiras atrações do #18CIF estão confirmadas!

Confira abaixo o resultado do edital do Cultura Inglesa Festival em cada categoria. Os onze projetos, cuja realização será apoiada pela Cultura Inglesa, farão parte da programação do próximo Festival.

Banksy (foto) será a inspiração britânica de uma peça de teatro infantil e de um espetáculo de dança!

(Clique no nome do projeto para saber mais detalhes!)

.

✮ CURTAS METRAGENS

Plutão e Caronte
Proponente: Elton de Almeida
Inspiração: Música “Life on Mars?”, de David Bowie
.

Sete Anos Depois
Proponente: Esmir Filho e Mariana Bastos
Inspiração: Música “Seven”, de David Bowie
.

Curadores: Daniel Gaggini, Newton Cannito e Rafael Sampaio
.

.
✮ DANÇA

Movimento Para Um Homem Só
Proponente: Ricardo Gali
Inspiração: Banksy.

.

Zoopraxiscópio
Proponente: Roberto de Alencar
Inspiração: Eadweard Muybridge
.

.
Curadores: Ana Catarina Vieira, Flávia Couto e Silvia Geraldi
.


✮ TEATRO ADULTO

Love and Money
Proponente: Fernanda Hartmann
Texto: “Love and Money”, de Dennis Kelly
.

Preto no Branco
Proponente: Sergio Mastropasqua
Texto: “Mirror Teeth”, de Nick Gill
.

Curadores: Alexandre Mate, Soledad Yunge e Ubiratan Brasil
.

.
✮ TEATRO INFANTIL

Denise Desenha Nas Paredes
Proponente: Victor Nóvoa
Inspiração: Banksy
.

No Mundo de Arthur
Proponente: Carlos José da Palma
Inspiração: Vida e Obra de Sir Arthur Conan Doyle
.

Curadores: Angelo Brandini, Dib Carneiro Neto e Jacqueline Obrigon

.

✮ ARTES VISUAIS

Estações
Proponente: Fernanda Pessoa de Barros
Inspiração: Norman McLaren

Expedição Botânica Entre Avenidas Paulistanas

Proponente: Daniel Caballero
Inspiração: Marianne North e Margareth Mee
.

Umbrella

Proponente: Andrey Zignnatto
Inspiração: Jonas Hanway

Curadores: Cláudia Marchetti, Fabio Cypriano, Julio Landmann, Marcelo Araújo e Martin Grossmann

Prepare-se para o 18º Cultura Inglesa Festival

4 anos atrás ----- Blog Cultura Inglesa

pedacos de vontade

.
Os preparativos para o 18º Cultura Inglesa Festival já começaram, e se você tem um projeto artístico, pode fazê-lo virar realidade! 

Inspire-se na cultura britânica para fazer parte do Festival no ano que vem; os temas do Edital do 18º Cultura Inglesa Festival serão artes visuais, curta-metragem digital, dança e teatro adulto ou infantil.

Já tradicional no calendário artístico da cidade de São Paulo, o Edital do Cultura Inglesa Festival tem por objetivo estimular e fomentar a criação artística e o intercâmbio cultural entre Brasil e Reino Unido. Os vencedores do Edital do #18CIF estarão na programação do Festival no ano que vem!

As inscrições e o regulamento estarão disponíveis a partir do dia 16 de setembro.

Para maiores informações, envie um e-mail para festival@culturainglesasp.com.br