Web Content Viewer
Cultura Inglesa “Love is Great” – Irlanda pode seguir exemplo inglês e legalizar o casamento gay – Blog – Cultura Inglesa

“Love is Great” – Irlanda pode seguir exemplo inglês e legalizar o casamento gay

2 anos atrás ----- 19CIF Blog

#

A Inglaterra é o país mais “gay friendly” da Europa, e tem orgulho de divulgar pro mundo inteiro. Tanto assim que, após a legalização do casamento gay em 2013 (sim, em pleno governo David Cameron – ou seja, até o Partido Conservador foi a favor), o UK lançou uma campanha global de turismo LGBT chamada Love is Great (além de promover destinos e eventos, a campanha celebra a igualdade de direitos para todos).

Em Londres o apoio à diversidade é visível até nos famosos double deckers da cidade: alguns ônibus da linha 8 circulam com a “rainbow flag” deste o início do ano. O mote de que “os direitos humanos devem ser para todos” é levado a sério na cidade, o que fez da capital inglesa um dos países mais receptivos do mundo para todas as culturas, credos e sexos.

Screen Shot 2015-05-22 at 11.30.20

Agora é a vez da Irlanda decidir sobre a legalização. Nesta sexta o país vai às urnas no primeiro referendo popular do mundo sobre o assunto. A votação já é considerada um grande avanço independentemente do resultado, haja vista que até 1993 “atos homossexuais” eram crime no país. Saiba mais sobre o referendo nessa matéria completa do Guardian.

O resultado será conhecido no sábado à tarde. Os partidários da campanha do “sim” tentaram mostrar que mais “Love and Equality” só fez bem para a vizinha Inglaterra – tando no aspecto cultural, como no econômico. Se a Irlanda de fato votar “yes”, o país se tornarará o 18º do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Atualização: O “sim” de fato venceu com 62% dos votos

Não perca Pride no 19º Cultura Inglesa Festival, premiado filme inglês sobre a discriminação da comunidade LGBT na Inglaterra na década de 80 (e sua improvável comunhão com o sindicato dos mineiros do País de Gales). Confira na agenda da mostra de cinema.

Comments

comments