Web Content Viewer
Cultura Inglesa DANÇA → Farmácia (1ª apresentação) | Blog – Cultura Inglesa | Página: 5912

DANÇA → Farmácia (1ª apresentação)

4 anos atrás ----- Cultura Inglesa Dança

Pílulas que constroem a trajetória de um espetáculo. Assim é a dança Farmácia.

Um corpo é atravessado por estados corporais aleatórios e desconexos provocados pela ingestão de pílulas fictícias. E a cada comprimido ingerido, um novo estado, novos movimentos e padrões gestuais são apresentados.

Ao ingerir as pílulas, pontos coloridos são projetados e se acumulam até comporem a tela LSD, do artista plástico inglês Damien Hirst, um dos mais celebrados artistas da arte contemporânea.

Quando o corpo atinge um colapso, a projeção torna-se animação e acaba por compor a obra Valium, também de Hirst.

O ambiente farmacológico do palco remete a outra obra do artista inglês, a instalação Pharmacy.

Com as várias referências a Damien Hirst, o espetáculo Farmácia de Anderson Gouvêa pretende propor uma reflexão sobre a auto-medicação, a complexa e paradoxal relação entre o homem e os ciclos da natureza, a determinação das condições de sua existência e a incansável busca pela preservação da vida.
.

Ficha técnica
Criação e interpretação: Anderson Gouvêa
Orientação cênica: Carlos Martins
Orientação farmacológica: Danilo de Carvalho
Preparação corporal (BMC): Tarina Quelho
Trilha sonora: Alê Prade (Salto da Rã)
Iluminação: André Boll (Santa Luz)
Cenografia: Anderson Gouvêa
Animação: Iam Sampaio (Studioyay)
Figurino: Anderson Gouvêa
Produção Executiva: Marcio Marques

Galeria Olido – Sala Paissandú
08/06, às 20h
Avenida São João, 473, São Paulo

Comments

comments