Web Content Viewer
Cultura Inglesa 10 coisas incríveis que você nao sabia sobre Londres – Blog – Cultura Inglesa

10 coisas incríveis que você nao sabia sobre Londres

1 ano atrás ----- Blog Sem categoria


1) Londres sofreu com um misterioso nevoeiro assassino
Uma “fog” (névoa, nevoeiro, neblina) tirou a vida de 4 mil londrinos e deixou outros 150 mil feridos em dezembro de 1952. O mistério da “killer fog” perdurou por mais de 50 anos! Mês passado, finalmente os cientistas solucionaram o caso: um denso nevoeiro (algo que é super comum na cidade durante o inverno) se misturou com a fumaça das chaminés e das fábricas que queimavam carvão de baixa qualidade e virou uma nuvem tóxica rica em ácido sulfúrico.
Como essa mistura da poluição com o nevoeiro virou ácido sulfúrico, porém, ninguém sabe ainda.

2) Chove mais no Rio do que em Londres
Sim! Apesar da fama, não chove tanto assim na capital inglesa. Em média, chove em 29% dos dias do ano: menos do que em Miami, Rio, Milão e Nova York, por exemplo. Rá rá.

Screen Shot 2016-12-06 at 00.16.443) A cidade é um grande Big Brother
CCTV é um termo conhecido por todo londrino. A abreviatura quer dizer “Closed-Circuit Television”. É impossível você passar por Londres sem ser flagrado por uma “CCTV camera”: elas são quase meio milhão e estão em todos os cantos da cidade. As autoridades usam as câmeras tanto para caçar ladrão (95% dos crimes de assassinato usam suas gravações como evidência), como para verificar se os carros que andam no centro pagaram o pedágio urbano.

4) É proibido morrer no Parlamento
Sim, está na lei: no famoso Parlamento Britânico não se pode morrer. No mínimo 4 pessoas faleceram por lá, porém, e elas não receberam qualquer punição.

5) A estação de metrô dos mortos
A estação de Aldgate (lê-se como “portão velho”: old gate) no leste de Londres foi construída acima de uma cova coletiva. Estão enterradas lá mais de 1,000 vítimas da peste bubônica que devastou a Europa no século XVII.

Screen Shot 2016-12-05 at 23.14.216) A cidade de Londres é minúscula
A Londres que você conhece é na verdade uma coleção de diferentes burgos, distritos e antigas vilas. O que (até hoje!) se chama de City of London é uma área de apenas 3 km quadrados bem no coração da Grande Londres. Hoje o bairro é o centro financeiro e administrativo da capital.

No mapa acima (de 1300), você vê que a antiga cidade era limitada pelo rio Tâmisa, o rio Fleet (que não existe mais), a Tower of London (castelo) e o muro construído pelo Império Romano. Esta área é exatamente o que hoje os londrinos chamam de “City”.

Screen Shot 2016-12-06 at 00.25.157) A maioria do Underground fica em cima da terra
55% do metrô de Londres — que se chama “underground” (“subterrâneo”) em inglês — corre, na verdade, pela superfície. Agora não dá mais para mudar o nome porque já existe um outro sistema de trem urbano na cidade chamado Overground.

8) Taxista tem memória de elefante
Não é para qualquer um. Para virar um “cab driver” (taxista) em Londres você tem que gabaritar uma temida prova chamada “The Knowledge”. E para tal, é preciso decorar nada mais, nada menos que 25 mil ruas, 320 rotas e 20 mil pontos de interesse. Vai que dá pau no GPS, né? 

9) O ônibus de dois andares fantasma
Não leia a história a seguir se estiver sozinho. Em 1934, um motorista desviou de um double-decker numa rua perto do bairro de Notting Hill, oeste de Londres, bateu o carro e morreu. Nenhuma testemunha, porém, viu o double-decker. Depois do acidente, pessoas relataram ver no mesmo local, sempre em maio e de madrugada, um ônibus de dois andares da linha 7 com os faróis apagados andando rápido e sem motorista. Os carros desviavam do ônibus e quando olhavam para trás, não havia ônibus nenhum. O último relato é de 1990 (a configuração da rua foi alterada e, aparentemente, o double-decker fantasma sumiu de vez). Este ônibus mal-assombrado é conhecido como o ghost bus de Cambridge Gardens.

10) Londres já chamou Augusta
A cidade já teve muitos nomes, a maioria derivados ou parecidos com “Londinium”. Mas por volta do ano 368 a cidade virou oficialmente Augusta para ganhar mais importância dentro do Império Romano. O nome não pegou. O que pegou foi o apelido de “Big Smoke” devido aos nevoeiros (comuns desde sempre, mas intensificados com a revolução industrial). O apelido voltou durante a década de 1950 na época da “killer fog”.

Siga nossas redes sociais para ficar por dentro da cultura britânica!

Comments

comments